26 de ago de 2012

REINO UNIDO: O príncipe estava nu

REINO UNIDO
O príncipe estava nu
O príncipe Harry, terceiro na linha de sucessão a rainha, apareceu na internet nu, numa foto feita por uma mulher, que participava de uma farra real, em Las Vegas. A notícia descambou para discussão sobre liberdade de imprensa e privacidade. Enquanto Las Vegas comemora lucro no turismo, por aquilo que resolveu chamar de “fator Harry”


Primeira página do “The Sun” príncipe Harry nu em Las Vegas, o único a enfrentar a ameaça real

Postado por Toinho de Passira
Fontes: TMZ, The Sun, R7, Extra, Playboy, The Sun

A máxima “O que acontece em Las Vegas, fica em Las Vegas” certamente não serve para celebridades, muito mais se ela é Henry Charles Albert David, também conhecido pelo apelido familiar de Harry de Gales, ou pelos súditos como príncipe Harry.

De férias em Las Vegas, a cidade do jogo, do vício e do pecado, acompanhado de um amigo e dois seguranças, o principe Harry, terceiro na sucessão do trono britanico, solteiro, (completa 28 anos, em 15 de setembro), fez o que a maioria dos jovens na sua idade, faria: caiu na farra.

Imaginem as recomendações que recebeu do pai, o príncipe Charles, e da avó, a Rainha Elizabeth II, quando souberam do destino escolhido por ele para passar as férias. Coração de avó soberana não se engana, estava na cara que essa história não ia acabar bem.

O que aconteceu todo mundo já viu. O principe dentro da sua modesta suite, resolveu jogar bilhar com algumas garotas e amigos (é bom que se ressalte que a suite do principe tinha uma mesa de bilhar numa das salas).

Pois bem, para o jogo ficar mais interressante, alguém teve a idéia de transformar a monotona disputa de bola na caçapa em algo mais divertido. Começaram a jogar o "strip-bilhar", onde, como é fácil concluir, cada participante perde uma peça de roupa, ao errar uma jogada.

O príncipe não foi feliz nas suas tacadas e rapidamente perdeu toda a roupa. Ficou nu, como o rei da fábula. Um das mulheres, usando o celular, maldita maquininha, fez uma foto do jovem despido acompanhado de uma jovem, também despida, que usou o príncipe como escudo. A coisa podia ter sido pior, se num gesto de pudor, o rapaz não tivesse escondido o real membro com as mãos.

Foto: Reprodução

Harry azarando mulher de biquini. Francesca Preston, de 39 anos, que participou da festinha do príncipe, contou ao “the Mirrour”: "Foi a maior decadência." “Foi uma zona, fora de controle”. “Todos estavam bem bêbados”. Quanto aos seguranças, disse que a equipe agia como companheiros de Harry.” "Você seria capaz de chegar bem perto dele", afirmou.

O resto foi consequência, a mulher vendeu as imagens para o site americano de escândalo e celebridades, TMZ, e a imagem correu o mundo.

Seria mais um escândalo midiático tipo “bombou na internet”, uma imagem superada assim que uma nova aparecesse se não fosse o personagem central da trama, o príncipe Harry, neto da Rainha Elizabeth, que nesse ano, comemorou o jubileu de ouro, e saltou de paraquedas, com James Bond, na abertura dos Jogos Olímpicos.

Querendo tapar o sol com a peneira, a família real britânica, diante do escândalo, publicou um comunicado dúbio, onde pedia a imprensa britânica que não publicasse as fotos, do príncipe de férias em Las Vegas, ao mesmo tempo em que ameaçava veladamente os súditos jornalistas, dizendo que eles poderiam se arrepender, pois seriam levados às barras dos tribunais, se exibissem a imagem não autorizada de um membro da realeza, num ambiente íntimo e privado, “a publicação destas fotos seria uma violação da vida particular do príncipe” ameaçaram.

Foto: Huffpost

No passado os tabloides não vacilavam diante de um escândalo da família real, basta lembrar, que o príncipe Charles, o pai de Harry, teve uma conversa telefônica publicada no The Mirror, ele, ainda casado com a pricesa Diane, dizia a Camila Parker Bowles (sua atual mulher) que gostaria de ser o absorvente íntimo dela.

A imprensa do Reino Unido está em suspense aguardando as conclusões da Comissão Leveson, (O nome deriva do juiz que comanda os trabalhos, Brian Leveson) que se iniciou logo depois do escândalo das escutas telefônicas ilegais do falecido jornal "News of the World". A Comissão Leveson foi criada para “examinar a relação da mídia com o público, a política e os políticos” e de fazer recomendações relativas “ao futuro da regulação e da governança da mídia consistentes com a manutenção da liberdade da imprensa e da garantia dos mais altos padrões éticos e profissionais”.

Por isso, todos os jornais, comentaram o as fotos, mas, nenhum ousou publicar a foto, que poderia facilmente ser acessada por qualquer súdito na internet. Essa trégua durou 48 horas (o que é uma eternidade nos tempos atuais) até que o tabloide “The Sun”, quebrou a recomendação real, e publicou na primeira página, a foto do príncipe pelado. O editor alegou que “seus leitores tinham o direito de ver a imagem” que já se tornará pública.

Armou-se um grande debate, sobre privacidade, internet e liberdade de imprensa, no Reino Unido e em todo o mundo. Câmeras de seguranças, máquinas fotográficas de alta resolução e principalmente telefones celulares estão infernizando a vida das celebridades.

Por outro lado, a indústria de turismo de Las Vegas comemora os acontecimentos e apimenta o escândalo. Noticiaram-se coisas como a que o príncipe havia sido convidado para participar de um grupo de strip, e até fazer um filme pornô. O MGM Grand Hotel, onde aconteceram os fatos, comemora recordes de reservas, principalmente de britânicos, loucos para ver os locais onde o príncipe circulou pelado.

No caderno de turismo, o jornal britânico, Daily Mail, promovendo Las Vegas, disse aos leitores: "Por que todos – a família real incluída - deve visitar a “cidade do pecado” e fazer bobagem, pelo menos uma vez.”.

Foto: Playboy

Para esse post não ser apenas sobre um homem nu, vale comentar que a prima da cunhada de Harry, a stripper Katrina Darling, (prima de Kate Middleton, esposa do principe William) defendeu o príncipe. Falando no canal “E! Notícias” disse que ficou chocada com reação do público com as fotos: “O que há de errado em um jovem se divertir, festejar e se sentir confortável com seu corpo”? – perguntou ela que é capa da revista playboy americana deste mês.

Nenhum comentário: