17 de ago de 2013

Cid Gomes, governador do Ceará, contrata buffet de R$ 3,4 milhões, uma afronta à fome das vítimas da seca

BRASIL – Ceará - Escândalo
Cid Gomes, governador do Ceará, contrata buffet de
R$ 3,4 milhões, afronta à fome das vítimas da seca
Com 175 dos seus 184 municípios, em Estado de Emergência, desde maio, devido a estiagem brutal que assola o estado, o governador cearense, do PSB, de Eduardo Campos, foi flagrado contratando um serviço de buffet de primeira, com iguarias de um sofisticado cardápio internacional, para ser servido na governadoria e na residencial oficial, que inclui, canapés como: bombinhas de escargot e de salmão com caviar, camarões ao sol nascente, crepe de lagosta e sushi tropical,. Não é lindo?

Foto: Dida Sampaio/AE

FARRA DO CAVIAR - Cid Gomes, governador do Ceará, denunciado por excesso de lagosta, caviar e escargot

Postado por Toinho de Passira
Fontes:  O Globo, Blog Politica - DP, Blog do Augusto Nunes, Uol, O Povo, Diário do Nordeste

Em mais um discurso para cobrar providências dos órgãos de fiscalização em relação ao que chama de escalada de denúncias de mau uso de recursos públicos pelo governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), o deputado estadual Heitor Ferrer (PDT-CE) voltou à tribuna esta semana para pedir explicações sobre o que batizou de “farra do caviar”: um contrato publicado no Diário Oficial do estado detalhando a contratação de um buffet, no valor de R$ 3,4 milhões, para abastecer a cozinha da residência oficial e o gabinete do governador com iguarias que incluem centenas de quilos do que há de mais fino na culinária internacional.

O edital publicado dia 1º de agosto diz que o contrato — que prevê também decoração e fornecimento de taças de cristal, arranjos com orquídeas, 700 garçons, 500 garçonetes e 15 chefs de cozinha — tem validade de um ano.

Deputado Heitor Ferrer (PDT-CE), único e competente opositor de Cid Gomes, na Assembleia do Ceará
Mas o governador, em nota, disse que “a nova licitação com o buffet Anira Serviços de Alimentação Ltda, com vigência iniciada no dia 1º de agosto, não corresponde ao período de um ano. O prazo deve ser aditivado — até o período de quatro anos —, da mesma maneira como aconteceu no contrato anterior, de 2010 a julho de 2013”. A nota diz ainda que “os valores são pagos conforme a demanda e não existe um valor fixo/mínimo mensal a ser pago e o cardápio é feito de acordo com o evento ou autoridade a ser recepcionada”.

De 2010 a julho de 2013, o mesmo buffet recebeu do governo do Ceará R$ 3,5 milhões para garantir a boa mesa a Cid Gomes, sua família e convidados.

Heitor Ferrer, único deputado estadual que faz oposição a Cid Gomes, lista todas as suspeitas que já rondaram o governador no uso do dinheiro público: de gastar R$ 81 milhões com contratação de bandas e megashows de estrelas como Plácido Domingos e Ivete Sangalo; de pagar R$ 67 milhões com frete de aeronaves para levar a sogra e a família para passear em capitais da Europa, do Caribe e dos Estados Unidos; e de pegar carona em jatinhos e iates de empresários.

O cardápio previsto no edital para a contratação dos serviços prevê até 495 pratos diferentes, e se apresenta com uma variação de receitas preparadas com caviar, escargots, bacalhau, salmão, presunto de Parma, funghi, vieiras, frutos do mar, pães exóticos, croissants, toucinho do céu ou trufas. Ingredientes indispensáveis nas cozinhas dos grandes chefs.

Foto: Divulgação

No cardápio do governador não poderia faltar lagosta

O deputado Heitor Ferrer diz que a tabela de comidas tem nomes que o cearense sequer imagina do que se trata, como arroz de champagne, risoto de ostras, bolinhos de bacalhau com semente de papoula servidos com molho de vinho tinto, bombinhas de escargot, bombinhas de salmão com caviar, escargot na manteiga de alho para ser servido em pequenas tarteletes, camarões ao sol nascente KG, canapés de caviar, canapés de presunto de Parma, chips de banana com geleia de amoras, creme de escargot, crepe de lagosta, sushi tropical, paellas variadas e frigideiras de arroz selvagem.

Foto: Divulgação

Só os gastos com orquídeas decorativas dava para sustentar uma família de sertanejo


Em Brasília, o deputado federal Eudes Xavier (PT-CE) também protestou contra a “farra do caviar”. Na tribuna da Câmara, ele voltou a comparar a comilança com a penúria da população carente no sertão cearense em função da longa estiagem. O petista considerou desrespeitoso o governo estadual gastar tanto dinheiro com a compra de lagosta e caviar, enquanto os sertanejos passam fome e sede.

— Essas famílias só querem um poço para matar a sede — protestou Eudes Xavier.

Foto: Honório Barbosa/Diário do Nordeste

Em junho se divulgou que a seca que se abateu sobre o Ceará, neste ano, já matou mais de cinco mil bovinos na região Centro-Sul do estado. A mortandade, porém, deve ser maior, pois muitos criadores não comunicam a morte dos animais os órgãos oficiais.

Sempre que é flagrada nesses deslises, o governador Cid Gomes reage ao estilo Sérgio Cabral, com cinismo e deboche.

Nesta quinta, Heitor Ferrer voltou à tribuna para ler uma declaração do governador Cid Gomes, em resposta à sua cobrança de explicações sobre os gastos com o buffet: “Acho isso miúdo! É coisa de gente miúda, que vai ser eternamente deputado”, disse Cid Gomes.— Cid sempre responde às minhas denúncias de forma jocosa, tripudiando. Eu posso ser miúdo no tamanho, mas sempre vou brigar contra esses absurdos. O escândalo do crédito consignado, que beneficiou parentes dele, este sim, o Ministério Público está investigando, e ele vai ter que responder — disse Ferrer.

Além da comida, os R$ 3,4 milhões do contrato preveem decoração, fornecimento de talheres finos, taças de cristal, prataria, toalhas, transporte, armazenagem da comida e músicos. Outro item do cardápio que chama a atenção é o fornecimento de mil garrafas de 473 mililitros de energético.

Deputado Fernando Hugo (PSDB-CE) comensal do buffet, defendeu o governador, no Jornal Nacional
Na noite desta sexta-feira, 16, em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, o robusto deputado estadual Fernando Hugo (PSDB), aliado de Cid Gomes, “justificou” a farra do caviar:

"O governador não pode oferecer buchada, panelada, sarrabulho e paçoca somente. Porque internacionalmente têm pessoas que alimentam-se dentro daquilo ofertado pelo cardápio", assegurou.

Nada disse sobre o cardápio dos cearenses vitimas da seca.

BUFFETS DO PSB
Em pernambuco também tem lagosta no Buffet de Eduardo Campos

Foto: Foto: Luciana Ourique/Ministério da Cultura

Camarote do Governo do Estado no Galo da Madrugada, boca livre com requinte e sofisticação, no Carnaval Pernambucano

Essa fartura de desperdício em buffet, parece ser uma coisa programática do PSB, há poucos dias o jornalista Fernando Castilho, do Jornal do Commercio, sob o título, “Recebendo com classe” divulgou que o governo Eduardo Campos gastou cerca de R$ 4,5 milhões, nos últimos 18 meses, em buffet de eventos “culturais”.

Como exemplo, destaca-se que a conta da despesa com canapés, bebidas e refeições no camarote Oficial do Governo do Estado, no Galo da Madrugada, no último Carnaval, custou quase R$ 400 mil. Tudo feito dentro da lei de licitação e sob a mesma desculpa que os convidados merecem do bom e do melhor, com o contribuinte pagando a conta.


Nenhum comentário: