15 de nov de 2011

BRASIL- PERNAMBUCO - Adélio Lima, poderá ser Gonzagão no cinema

20/08/2011

BRASIL
Adélio Lima, poderá ser Gonzagão no cinema
Adélio Lima, um ator caruaruense, 39 anos, está de viagem marcada para o Rio de Janeiro, viaja no dia 22, onde vai passar um mês fazendo laboratório para tentar viver, no cinema, o personagem que já interpreta há muito nos museus de Caruaru e em eventos: o Rei do Baião Luiz Gonzaga, que se fosse vivo, completaria 100 anos, no próximo 2012.

Foto: Digulgação

Adélio Lima se passando por Gonzagão

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Jornal do Comércio, Blog do Adélio Lima, Folha de Exu

O ator caruaruense Adélio Lima, 39, poderá fazer o papel de Luiz Gonzaga em filme nacional que contará a história do Rei do Baião. Adélio participou da seleção, que contou a participação de cerca de 15 mil pessoas de todo o País, e depois fez testes no Recife. Ele viaja no dia 22 para o Rio de Janeiro, onde vai passar um mês fazendo laboratório e testes de câmeras. As gravações devem começar no segundo semestre deste ano.

Adélio Lima conta que depois da triagem inicial, quando ele enviou fotos e o endereço do seu blog, passou por teste de cena em uma produtora do Recife. “Agora só tem eu e outro candidato, que deve ser o reserva. Por enquanto, está tudo certo”, diz. Segundo ele, a produção é da Conspiração Filmes, a mesma de Dois Filhos de Francisco e Central do Brasil, e o diretor será Breno Silveira.

A notável semelhança com Gonzagão faz o diferencial para o ator caruaruense Adélio Lima
O artista é muito parecido com Luiz Gonzaga e trabalha como agente cultural no Museu do Barro de Caruaru, que abriga também o Museu do Forró Luiz Gonzaga. No período junino, recebe os visitantes como se fosse o Rei do Baião. “Há quem diga que faço a melhor imitação dele, e quem o conheceu diz que sou igual a ele quando jovem”, destaca Adélio, que também interpreta as músicas que ficaram famosas na voz de Gonzagão.

Ele conta que começou a interpretar Gonzaga no museu há cerca de dois anos, porque muitos visitantes o achavam parecido com o artista e perguntavam se havia parentesco. Desde então, já foi convidado para participar de eventos até fora de Pernambuco.

O caruaruense começou a carreira de ator aos 17 anos, no Teatro Experimental de Arte (TEA), com Argemiro Pascoal e Arary Marrocos. Em 22 anos de carreira, trabalhou com atores como atores como Severino Florêncio, Prazeres Barbosa e Maria Alves. Esta será a primeira vez irá participar de uma produção de cinema.

Adélio Lima afirma que já teve contato também com integrantes da Escola de Samba Unidos da Tijuca, que vai homenagear Luiz Gonzaga no desfile de Carnaval do próximo ano, quando será comemorado o centenário de nascimento de Gonzação. O tema do enredo será: No dia que a realeza desceu na avenida para coroar Luiz, o Rei do Sertão.

No seu centenário de nascimento, Luiz Gonzaga também será homenageado no desfile do Galo da Madruga, que terá como tema: Galo, Frevo e Folião – Homenagem ao Rei do Baião, no São João de Caruaru e na Fenearte (Feira Nacional de Artesanato).

Luiz Gonzaga nasceu em Exu, em 13 de dezembro de 1912. Aprendeu a ter gosto pela música em feiras e em festas religiosas. Quando migrou para o Centro-Sul, fez de tudo um pouco, até tocar em bares de beira de cais. Foi o primeiro músico assumir a nordestinidade representada pela sanfona e o chapéu de couro. Cantou as dores e os amores de um povo que ainda não tinha voz se tornou um símbolo da música brasileira.

Nenhum comentário: