11 de set de 2012

Talibãs anunciam que vão tentar matar o príncipe Harry

REINO UNIDO - AFEGANISTÃO
Talibãs anunciam que vão tentar matar o príncipe Harry
Depois das badaladas férias em Las Vegas, onde esteve de férias, o príncipe Harry, que é capitão do exército britânico Air Corps, voltou ao batente e foi enviado ao Afeganistão, como piloto de helicóptero. Os talibãs anunciaram nesta segunda-feira que vão tentar mata-lo, ou sequestrá-lo, de qualquer maneira.

Foto: John Stillwell / PA

18 de fevereiro de 2008: Príncipe Harry a postos num veículo blindado na província de Helmand, sul do Afeganistão

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Isto É, CNN, MSBNC, The Guardian

O Taliban afegão disse nesta segunda-feira que eles vão fazer de tudo que estiver ao seu alcance para tentar sequestrar ou assassinar o príncipe Harry da Grã-Bretanha, que é capitão do exército britânico Air Corps, que chegou ao Afeganistão na semana passada para pilotar helicópteros de ataque.

"Estaremos usando todas as nossas forças para atingí-lo, seja matando ou sequestrando", disse o porta-voz do Taleban Zabihullah Mujahid, à agência de notícia Reuters por telefone.

"Nós já informamos nossos comandantes em Helmand para fazer o que puder para eliminá-lo", acrescentou Mujahid, recusando-se a entrar em detalhes sobre o que ele chamou de "operações de Harry."

Essa é a segunda vez que o príncipe estará em missão no Afeganistão, da primeira, serviu como controlador de voo, entre dezembro de 2007 a março de 2008.

A sua permanência, em território afegão, na ocasião, era mantida em sigilo, mas como foi descoberto por jornalistas foi repatriado, a Grã Bretanha, na metade do tempo previsto, por questões de segurança.

Agora, sem segredo, foi divulgado sua partida na sexta-feira, de volta ao Afeganistão, como piloto de helicoptero de ataque Apache, numa missão programada para durar quarto meses.

O príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth II e terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, ficará estacionado em Camp Bastion, no sul do Afeganistão, na província de Helmand - considerada um reduto talibã – como integrante do Esquadrão 662, do 3º Regiment Army Air Corps.

Não será fácil, todas as medidas de seguranças estão sendo tomadas, mas todo mundo sabe que os Talibãs estão falando sério e vão tentar chegar perto do príncipe. Qualquer coisa que acontecer a ele será um troféu de guerra importantissimos para os extremista talibãs.

Como se bem pode ver, Harry estava bem mais seguro, nas férias em Vegas, quando o maior perigo era ser flagrado, por algum fotógrafo indiscreto, desfilando bêbado e nu cercado por mulheres.

Foto: John Stillwell/PA

Príncipe fazendo uma patrulha na província de Helmand, no Afeganistão em 2008


Nenhum comentário: