11 de set de 2012

O escândalo da ginasta prostituta

ROMÊNIA
O escândalo da ginasta prostituta
A ginasta romena Florica Leonida, que até 2007 participava, com certo sucesso, da equipe de ginasta do país, foi descoberta exibida em site de bordeis alemães, sendo oferecida como um “parque de diversão erótico”

Foto: Erotik Park

Foto da atleta romena num site de um bordel alemão

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Telegraf, Alte Sporturi, Babol , Uol, IG, Libertatae, Tabu, RTV, Demorgen, Terra, Erotik Park

Neste fim de semana não se falou outra coisa na Romênia, com direito a primeira página nos jornais e debates na TV: a imprensa local descobriu que a ex-ginasta Florica Leonida, de 25 anos, que largou as competições atléticas em 2008, enredou pela carreira de prostituta de luxo na Alemanha. Muitas fotos da moça foram encontradas em sites de acompanhantes.

Na Romênia terra da lendária atleta olímpica Nadia Comaneci, a ginastica é um esporte importante e as atletas são consideradas verdadeiros símbolos nacionais.

O site de acompanhantes "Erotik Park" da cidade de Neu-Ulm, uma localidade alemã de 50.000 habitantes, na Baviera, oferece os serviços sexuais de Florica Leonida, sob o pseudônimo de Ina, exibindo sensuais e despudoradas fotos da atleta.

Foto: Captura de tela

O site Erotik Park continua oferecendo os serviços de Florica Leonida, sob o pseudônimo de INA.

Diz o site do bordel que ela é uma “peça perfeita em um jogo perigoso, onde não há regras!". Um parque de diversão erótico. Comenta que ela tem um passado de atleta e apenas 1,50 m de altura, é delicada, cheia de erotismo, com seios firmes e naturais, cabelos longos pretos e sedosos, olhos grandes e amendoados e lábios sensuais. Oferece alguns serviços especiais, como massagens e sexo oral extravagante, realça que ela tem fetiche por pés. Ao final do currículo menciona que ela fala inglês e espanhol (além do alemão e romeno).

Criada em um bairro modesto em Bucareste, a ginasta Florica Leonida é popular entre os vizinhos devido os seu passado de atleta famosa.

A família de Florica reside há muito em um modesto bloco de apartamento de oito andares no distrito Militari Gorjului, em Bucarest.

Alguns dos vizinhos, comentaram com a imprensa que há algum tempo suspeitavam que alguma coisa estivesse errada, com a moça, pelas roupas caras e extravagantes e carros de luxo, que a moça exibia nas suas visitas de férias à família.

Foto: Erotik Park

A atleta de apenas 1,50 m de altura, estatura típica de altletas da ginástica , é chamada no site do bordel de “parque de diversão erótico”

Segundo o diário alemão Bild , Florica Leonida, teve uma carreira promissora como júnior: foi campeã europeia na trave de equilíbrio e vice no individual geral, no solo e por equipes em Patras, em 2002. Na categoria principal, ainda obteve a medalha de prata no Mundial de Anaheim, em 2003, e no Campeonato Europeu de Solos, em 2006, sempre na disputa por equipes.

De acordo com o jornal, Leonida deixou a Romênia "em busca de uma vida melhor" rumo à Alemanha e deixou entender à família que havia passado a trabalhar em uma academia ao lado de um treinador de ginastas.

Descrita como um produto de consumo: delicada, cheia de erotismo, com seios firmes e naturais, cabelos longos pretos e sedosos
O diário romeno Libertatea destaca que a família da ex-atleta diz-se surpresa com a notícia, o pai de Florica envergonhado com a repercussão do caso, planeja se transferir para o Canadá, onde têm parentes.

Apurou-se que Leonida chegou a Ingolstadt, na Baviera, em 2008, mas não conseguiu emprego estável e passou por dificuldades, sendo inclusive sido despejada da casa onde morava por falta de pagamentos.

Em meio a esse contexto, teria recebido um convite para trabalhar em uma casa de prostituição da qual um ex-namorado havia sido empregado, iniciando então sua trajetória no ramo.

Em tempos de crise econômica, de acordo com o site Roman in Germania, o mercado de sexo legal na Alemanha, a atleta romena está inserida, tem catalogado cerca de 400.000 pessoas, entres mulheres e homens. As prostitutas em atividades na Alemanha possuem carteira de trabalho, seguro médico e periodicamente são submetidas a rigorosos exames de saúde.

A receita anual dos bordeis, legais, é estimada em 14 milhões de euros, algo como R$ 35 milhões, depois de descontado quase 2,5 milhões de euros (R$ 6,25 milhões) de taxas pagas ao governo no valor de.

Segundo ainda o site, a Roménia é "exportada" de prostitutas para vários países da Europa.

Foi o destino quea acabou levando a jovem ginasta à rede de prostituição e a uma celebrização que não queria desfrutar.

Foto: B. Schowall

Florica Leonida, na sua ultima participação como ginasta, numa competição em Stuttgart, na Alemanha, em 2007. Um site maliciosamente legendou essa foto, dizendo que a flexibilidade e elasticidade atléticas, certamente, a estavam ajudando na nova profissão.


Nenhum comentário: