8 de set de 2012

Centrado em São Paulo e BH, Lula abandona
candidatos nordestinos, inclusive Humberto

BRASIL -
Centrado em São Paulo e BH, Lula abandona
candidatos nordestinos, inclusive Humberto
O ex-presidente não quer sua imagem envolvida com campanhas mal sucedidas, como a do candidato Humberto Costa, em Recife e cancelou sua vinda as capitais nordestinas aonde o PT vai mal das pernas. Prefere aparecer ao lado do governador Eduardo Campos, na campanha da prefeitura de São Paulo.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

POLITICAMENTE ÚTIL - Quem é mais importante e necessário para o ex-presidente Lula, no momento: Eduardo Campos ou Humberto Costa?

Postado por Toinho de Passira
Fontes: G1, PB Agora, Terra, Veja, O Globo , Jornal do Commercio

Ao mesmo tempo em se noticiou que a agenda de Lula para apoiar candidatos das capitais nordestinas estava suspensa, mantida só a de Salvado, dia 14, comentava-se, neste fim de semana, que o ex-presidente convocou a companheira presidenta Dilma Rousseff e seu afilhado Eduardo Campos, Presidente do PSB e Governador de Pernambuco, entre outros, para participar de um ato de campanha de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo no dia 16, no Centro de Tradições Nordestinas, na zona norte da cidade.

Chegou-se a especular que a motivação dos cancelamentos havia sido por recomendação médica, o senador Wellington Dias, candidato do PT em Teresina e que ocupa um terceiro lugar nas pesquisas, chegou a divulgar que Lula cancelara a ida ao Piauí neste fim de semana, porque a equipe médica do ex-presidente detectou que ele estava com o sistema imunológico baixo que afetou a garganta.

Essa versão, de impedimento de saúde, foi desmentida pelo médico de Lula, Roberto Kalil Filho e pela assessoria do Instituto Lula. A versão é que o ex-presidente optou por restringir a participação em comícios e focar em gravações de apoio a candidatos da base aliada, “que não houve alteração no quadro de saúde, mas disse que o ex-presidente quer se "resguardar"”.

O “resguardar” no caso tem duplo sentido, se não tem problemas de saúde, leia-se que Lula esta querendo se resguarda de associar a sua imagem a campanhas e candidatos derrotados.

No Nordeste, a oposição lidera com folga em seis capitais: o PSDB em Maceió, São Luís e Teresina, e o DEM em Fortaleza, Salvador e Aracaju. Nacionalmente o PT lidera apenas em Goiânia, com o atual prefeito, Paulo Garcia, e em Rio Branco, onde Marcos Alexandre aparece na frente com 38% das intenções de voto, embora empatado na margem de erro com o tucano Tião Bocalon, que tem 37%. O PSDB também está na frente do PT em Manaus, João Pessoa e Vitória.

Diante do quadro, Lula reavaliou sua participação e deve centrar esforços em São Paulo e Belo Horizonte, cidades importantes e com chances de melhorar.

Sob o ponto de vista da candidatura do senador Humberto Costa, a prefeitura do Recife, a notícia representa varias desagradáveis facetas: a ausência de Lula a sua campanha, demonstra que o petista não tem a importância que quer deixar transparecer junto a o ex-presidente, também fica claro que para o PT ele não está mais no páreo, já perdeu e ponto final.

Por outro lado, representa prestigio destacado o convite à ida de Eduardo Campos ao palanque de Haddad em São Paulo, com as consequentes fotos de Lula e Eduardo confraternizando desmistificando as desavenças entre os dois, alardeadas por Humberto Costa.

Não foi difícil para Lula escolher entre as opções de Eduardo Campos, símbolo da vitória e do sucesso, e Humberto Costa, da derrota e da cisão.

Foto: Társio Alves/Flickr

CAÇANDO COM GATOS - Por enquanto os únicos Lula e Dilma que estão em Recife, apoiando Humberto Costa, são esses aí...

Nenhum comentário: