16 de abr de 2013

Javier Manzano, Mexicano freelancer ganha Pulitzer de fotografia

ESTADOS UNIDOS – Fotojornalismo
Javier Manzano, ganha Pulitzer de fotografia
Ele é um mexicano, radicado nos Estados Unidos, atuando como freelancer. A imagem é do conflito sírio e foi publicada pela Agence France-Press

Foto: Javier Manzano/AFP

Prêmio Pulitzer 2013 – Fotografia Foto tirada em 18 de outubro de 2012. Dados técnicos: Velocidade do Obturador: 1/100 - ISO: 2500 - F-STOP: 2 - Distância Focal: 24 milímetros - Câmera: Canon EOS 7D

Postado por Toinho de Passira
Fonte: Yahoo, Los Angeles Times, G1, Huffington Post, Washington Post, The Guardian

O fotógrafo freelancer da Agence France-Presse (AFP) Javier Manzano ganhou nesta segunda-feira (15) o Prêmio Pulitzer de Fotografia por sua cobertura do conflito sírio.

Manzano levou o prêmio de 10 mil dólares pelo que o Comitê considerou 'uma foto extraordinária (...) de dois soldados rebeldes sírios, segurando rifles de assalto, entrincheirados em suas posições, enquanto a luz do dia passava pelos buracos de bala deixados em um muro de metal próximo'.

Javier nasceu no México e hoje vive em Istambul. O fotógrafo, que deixou os EUA aos 18 anos, concentrou boa parte do seu trabalho em questões envolvendo a fronteira EUA-México.

Ele começou a carreira como foto e vídeo-jornalista e, depois, passou pela televisão e pela mídia eletrônica.

Javier trabalha como freelancer cobrindo a guerra do narcotráfico no México, assim como as guerras no Afeganistão e na Síria desde que foi demitido da Rocky Mountain News, em 2009.

O Prêmio Pulitzer é um prêmio dando principalmente aos profissionais de imprensa, criado em 1917 pelo editor americano Joseph Pulitzer, (de origem húngara) e é administrado pela Universidade de Columbia, em Nova York.

Nenhum comentário: