29 de mai de 2013

Caixa Economia é a mãe dos boatos do fim do Bolsa Família

BRASIL – Trapalhada Federal
Caixa é a mãe dos boatos do fim do Bolsa Família
A Caixa Econômica pediu desculpas e admitiu um erro de informação depois dos boatos sobre o fim do programa Bolsa Família, mas não quer admitir que foi, por uma falha sua, com a liberação antecipada do dinheiro que gerou o tumulto nas agências e o boato do fim do bolsa familia. Caluniada a oposição quer um pedido formal de desculpas.

Foto: José Cruz/ABr

PAI DA CRIANÇA - O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, também conhecido por Dr Silvana, o arquinimigo de Capitão Marvel, não tendo mais para onde esconder, admitiu que houve uma antecipação do dinheiro do Bolsa Família, sem motivo e sem aviso prévio aos beneficiários. Foi aí que o boato foi gestado.

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Blog do Reinaldo Azevedo, Veja, G1, Folha de S.Paulo, Agência Brasil

Não há mais dúvidas que foi a própria Caixa Econômica Federal, que gerou e motivou, por irresponsabilidade trapalhona os boatos do fim do Bolsa Família, que gerou pânico entre os beneficiários e depredações de algumas agencias em alguns estados brasileiros.

Os lideres oposicionistas cobram agora do governo desculpas e explicações sobre o incidente, por ter sido caluniosamente responsabilizada pelo fato, pelos ministros Maria do Rosário (Direitos Humanos) e José Eduardo Cardozo (Justiça) e pela própria presidente candidata Dilma Rousseff.

A corrida para sacar os recursos do Bolsa Família decorreu de uma ação da direção da Caixa, que inexplicavelmente, antecipou os pagamentos de maio, “sem prévio aviso, e permitiu a fermentação de um coquetel de boatos, incluindo o suposto pagamento de um extra, de um bônus — versão que, embora falsa, se mostrava verossímil porque se tornou disponível um dinheiro antes da data agendada”.

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), cobrou desculpas da presidente Dilma:

Aécio Neves cobrando pedido de desculpas da Presidenta, aos beneficiários do Bolsa Família e a oposição
“O presidente da Caixa omitiu a verdade durante toda essa semana. Esperamos até uma convocação de rede pública de televisão, já que a presidente é tão afeita a essas convocações, que peça desculpas aos brasileiros tanto pelas acusações injustas e por aqueles que sofreram, segundo a presidente, um ato desumano", comentou Aécio.

"Cada vez mais claro é que houve uma ação descoordenada que levou a todo aquele tumulto e, o mais grave, que não foi assumida pela Caixa. Estamos voltando a ter versões oficiais de instituições seculares e que atendem a interesse do governo e não do país”- concluiu o senador mineiro Aécio Neves.

Parlamentares da oposição se encontraram na manhã desta terça com Leandro Daiello, diretor-geral da Polícia Federal. Cobraram celeridade na investigação.

“A ministra Maria do Rosário falou que a oposição estava por trás disso, então fomos lá pedir pressa e acesso às investigações”, afirmou o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP).

“Em qualquer país sério do mundo ele [Jorge Hereda, presidente da CEF] seria demitido na hora. Isso é grave, é um crime. Ele pede desculpas e varre-se tudo para debaixo do tapete? Passou pelas águas do rio Jordão, está abençoado, não tem pecado?. É isso que se espera? Esse fato é grave e agora o governo quer minimizar”, disse Ronaldo Caiado (GO), líder do DEM na Câmara.

Para o líder do MD na Câmara, Rubens Bueno (PR), “o presidente da Caixa agiu com irresponsabilidade e incompetência”. E acrescentou: “Em todo esse episódio, o que não faltou foi mentira, falta de transparência. Não há dúvida de que o erro da Caixa, ao antecipar na surdina os pagamentos, contribuiu de maneira decisiva para a difusão do boato sobre o fim do programa do governo. Sem contar que os beneficiários ainda foram prejudicados com os tumultos na agências.”

Reinaldo Azevedo no seu Blog, ainda lembra que ” não fosse a reportagem da Folha descobrir a antecipação do pagamento, a mentira oficial contada pela direção da CEF teria prosperado, e a hipótese de uma tramoia, que a máquina petista já estava jogando nos ombros da oposição, teria prosperado. A Caixa Econômica Federal é um banco público, não um banco do PT”.

A trapalhada e as mentiras para esconder a grave falha, compromete a credibilidade da Caixa Econômica Federal, um valor agregado decisivo para uma instituição financeira.

Foto: Clemilson Campos/JC Online

QUEM VAI PAGAR POR ISSO ? - Os beneficiários do "Bolsa Família" viveram momentos de tensão e ansiedade, com os boatos, gerando tumultos e depredações nas agências da Caixa, em vários estados brasileiros

Quanto tempo a Polícia Federal, posta para investigar o fato tido como criminoso pelo Ministro da Justiça e pela Presidente-candidata Dilma Rousseff, vai demorar para descobrir a origem do boato?

Basta ler os jornais, ouvir os noticiários ou interrogar o suspeito único, o presidente da Caixa, Jorge Hereda, também presidenta da Central de Boatos Federal.


Nenhum comentário: