23 de mai de 2013

Dilma subiu nas tamancas quando soube que o PMDB protocolou CPI da Petrobras

BRASIL - Bizarro
Dilma subiu nas tamancas quando soube que o PMDB protocolou CPI da Petrobras
A presidenta está soltando fogos pelas ventas desde ontem a noite quando soube que o PMDB conseguiu assinaturas suficiente para instalar uma CPI para investigar a estatal do Petróleo. Como todo brasileiro sabe, eles não querem apurar nada, querem cargos, liberação de verbas e mostrar poder. A dúvida é: Dilma vai encarar ou vai cair na chantagem?

Foto: Alan Sampaio/iG

Dilma de bem com a vida, já uma convivencia dificil, imagina ela enfesada ?

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Blog do Camarotti, Blog do Ricardo Setti, APP, Yahoo – Notícia

Uma semana depois do susto com a MP dos Portos, o Palácio do Planalto foi surpreendido no início dessa noite com a informação de que a base aliada conseguiu as assinaturas necessárias e já protocolou na Câmara dos Deputados a CPI da Petrobras. Ao todo, 199 assinaturas foram conferidas. Para a instalação de uma CPI são necessárias pelo menos 171 assinaturas.

O autor do requerimento, deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG), trabalhou em silêncio nas últimas semanas e ganhou o apoio de deputados do PP e do PR, além das bancadas de oposição.

Quintão era cotado para assumir o Ministério da Agricultura, mas foi vetado pelo PT de Minas Gerais. Segundo o jornalista Gerson Camarotti, Dilma acha que teve o dedo do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), cutucando nos bastidores, para que a CPI da Petrobras obtivesse as assinaturas necessária e fosse protocolada.

Ninguém pode porém deixar fora da lista de suspeitos, o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves.

A gente não se furta do lugar comum: “quem tem o PMDB como aliado, não precisa de oposição".

Todo mundo sabe que esse desejo investigativo e moralisador momentaneo do PMDB é chantagioso. Faz parte de uma estratégia de pressão para que cargos vagos na empresa sejam loteados entre partidos. Uma das primeiras medidas de Graça Foster, ao assumir a presidência da Petrobras, em fevereiro do ano passado, foi indicar técnicos qualificados para vagas importantes antes ocupadas por apadrinhados políticos, como a Diretoria Internacional da estatal, antes dominada pelo PMDB.

Uma CPI seria útil e necessária para esclarecer coisas como a compra da refinaria de Pasadena (Texas, Estados Unidos) e a venda de parte dos ativos da companhia na Argentina, incluindo refinarias e distribuidoras.

A compra da refinaria de Pasadena foi apurada pelo Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), que ofereceu em março representação ao Ministério Público Federal (MPF) para que apure se houve dano aos cofres públicos, gestão temerária por executivos da empresa ou ato de gestão antieconômico.

O negócio foi consumado no tempo em Sergio Gabrielli (PT-BA) era presidente da estatal.

O processo foi iniciado após reportagem da Agência Estado, de julho do ano passado, mostrando que a Petrobras adquiriu em 2006, por US$ 360 milhões, 50% da refinaria que, um ano antes, havia sido comprada integralmente pela belga Astra/Transcor por US$ 42,5 milhões.

No ano passado, a Petrobras pagou outros US$ 820 milhões para comprar a outra metade da refinaria e encerrar disputas judiciais com a sócia da Bélgica. Com isso, o valor total de aquisição foi para US$ 1,18 bilhão, quase 28 vezes mais do que custara aos belgas sete anos antes. A refinaria hoje vale menos de US$ 200 milhões. Em março, a Petrobrás desistiu de vendê-la e fará investimentos para recuperar seu valor antes de colocá-la de novo no mercado.

Mas ninguém acredita que essa CPI vá prosperar. Dilma vai ceder a chantagem do PMDB, e aliados que puseram a assinatura para a abertura da CPI. Chamará o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves perguntará o que os deputados estão querendo e dará cargos, verbas e aconchego.

Então eles tirarão as assinaturas do pedido de instalação da CPI e todos serão felizes até a próxima chantagem.

Nenhum comentário: