13 de out de 2010

CHILE: Mundo comovido com o êxito do resgate

CHILE
Mundo comovido com o êxito do resgate
As equipes de resgate chilenas conseguiram nos primeiros minutos desta quarta-feira trazer de volta à superfície dentro da cápsula de resgate Florencio Avalos, o primeiro dos 33 mineiros que estão presos na mina San José, no Chile, há mais de dois meses e a quase 700m de profundidade. Até às 11 horas desta quarta, 12 mineiros haviam sido resgatados, com absoluto sucesso, sem sustos e dentro da programação prevista. A operação pode durar 48 horas

Foto: Reuters

FINAL FELIZ - Florencio Avalos, o primeiro resgatado, abraça o presidente do Chile, Sebastian Piñera

Postado por Toinho de Passira
Fontes: O Globo, La Nacion, El Mercurio, Portal Terra, Estadão

Durante esta madrugada o mundo inteiro esteve de olhos voltados para o deserto da Atacama, no Chile, onde começou o espetacular resgate, dos 33 mineiros presos na centenária mina San Jose, nas proximidades da cidade de Copiapo, no Chile. A operação, a maior na história da mineração mundial, transmitida ao vivo, desde o acampamento ‘Esperanza’ revestiu-se de emoções positivas, até porque é bom ver a tecnologia e a eficiência transformar uma tragédia num acontecimento de final feliz.

Foto: Associated Press

Mesmo os técnicos chilenos, encarregados do resgate, que o tempo todo mantiveram uma postura essencialmente profissional, explodiram em emoção ao ver o primeiro mineiro chegar à superfície

Quando Florencio Avalos, 31 anos, o primeiro dos 33 mineiros resgatado sair da cápsula ‘Fenix’ andando e aparentemente em perfeito estado de saúde, houve uma comoção de todos que estavam participando da operação que se espalhou pelo planeta. Logo após os técnicos retirarem alguns equipamentos o mineiro abraçou sua mulher Monica e seu filho Byron e por fim o presidente Sebastian Piñera o envolveu num longo abraço.

Técnicos envolvidos no resgate dizem que Florencio foi o escolhido por ser o mais forte do grupo - logo, estaria mais capacitado para lidar com eventuais dificuldades na subida.

Foto: Reuters

Mario Sepulveda, o segundo resgatado, cheio de energia e emoção, trouxe um saco com pedras do subsolo, para presentear os técnicos e o presidente Piñera

A subida de Florencio durou cerca de 17 minutos - foi precedido de vários testes. Em uma primeira descida, a cápsula teve um problema na porta, o que atrasou um pouco o início do resgate. Corrigido o imprevisto, um especialista conseguiu chegar ao fundo da mina para preparar a subida dos operários, que estão sendo içados um a um.

Segundo o especialista, todos os mineiros que esperam na mina pelo resgate estão em bom estado de saúde e prontos para voltar a superfície.

A estimativa é de que a retirada de todos os mineiros dure 48 horas.

Foto: Associated Press

O boliviano Carlos Mamani, 24 anos, foi o quarto resgatado e o único estrangeiro do grupo. O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi até o Chile para assistir o resgate do compatriota. Embora não tenha chegado a tempo de vê-lo emergir da cápsula, reuniu-se com ele no acampamento e ofertou-lhe um emprego na estatal petrolífera da Bolívia. Os médicos liberaram Mamani para voltar, imediatamente, para o seu país com Morales.

A expectativa é de que o os mineiros façam o trajeto de cerca de 600 metros em média de 15 minutos. Embora a operação de resgate de cada um deles tem levado em média uma hora, pois são observados vários detalhes técnicos, por exemplo, quando chega à superfície a cápsula é cuidadosamente examinada, ante de ser iniciado o próximo resgate.

Mesmo durante a noite, todos eles chegaram à superfície usando óculos escuros especiais para evitar danos a visão, comum para quem passou tanto tempo num espaço de pouca iluminação.

Conforme estão sendo resgatados, os mineiros passam por exames médicos no hospital de campanha ao lado da mina. Depois são levados a uma área onde se reúnem privadamente com os parentes e depos são levados de helicóptero para um hospital na cidade de Copiapó.

Foto: La Terceira

Após primeiro resgate, o presidente Piñera, que havia dado uma coletiva antes do início da operação, comentou o sucesso do resgate. Ele que estava com a popularidade em baixa, antes de iniciado a operação do resgate, passando a desfruta novamente de uma alvissareira aprovação.

Ele disse que os chilenos tem que se sentir "mais do que nunca orgulhosos".

- Tomara que o exemplo dos mineiros fique para sempre conosco - afirmou o presidente chileno, que pediu a todos os cidadãos do país que mantenham "essa união".

Foto: La Nacion

No acampamento ‘Esperanza’, Copiapó e em todo Chile se repetiram as imagens de alegria por ver livres os mineros – diz o jornal chileno La Nacion

Leia ainda mais no “thepassiranews”:

Contagem regressiva para liberar mineiros,
Perfuradoras alcançam o abrigo dos mineiros,
Mineiros podem ser resgatados nesse fim de semana,
Mineiros chilenos ficarão no subsolo até o Natal


Um comentário:

Fusca disse...

Essa é a diferença entre um presidente responsável que se preocupa com o povo e um presiMente arrogante que vive se comparando a Cristo e se acha o novo Deus do Brasil, fingindo ajudar o povo enquanto ajuda banqueiros, aliados e corruptos, e ainda culpa as vítimas quando há tragédias ou crimes.