6 de out de 2010

CHILE: Mineiros podem ser resgatados nesse fim de semana

CHILE
Mineiros podem ser resgatados nesse fim de semana
Engenheiros responsáveis pela operação de resgate dos 33 trabalhadores presos em uma mina no Chile há dois meses dizem que eles podem estar livres nesse fim de semana.

Foto: Reuters

Potentes perfuratrizes normalmente usadas para furar rochas em busca de poços de petróleos, estão sendo usadas no resgate dos mineiros.

Postado por Toinho de Passira
Fontes: BBC Brasil, La Tercera, La Cuarta, Portal Terra, EPA, El Nacional

Segundo os engenheiros, faltam apenas 160 metros para chegar até o local onde estão os 33 mineiros, presos em na mina San Jose, em Copiapo, no Chile, depois que as máquinas conseguiram perfurar 464 metros de pedras, num tempo menor que o previsto inicialmente.

A equipe responsável pela perfuração deve conseguir terminar o trabalho em três ou quatro dias. A dúvida é se é mesmo necessário forrar o túnel de resgate com um invólucro de metal como planejado, um processo que poderia levar vários dias.

Se ficar decidido que o forro não é necessário, é "perfeitamente possível" que os mineiros sejam trazidos à superfície até o fim de semana, disse o presidente da mineradora chilena Geotec, Pedro Buttazzoni.

Foto: Getty Images

A oposição reage a uma possível exploração política do governo Piñera, em relação ao drama vivido pelos mineiros

Há poucos dias, o presidente chileno, Sebastián Piñera, disse que as equipes "estavam muito perto" de resgatar os mineiros e que ele esperava que isso acontecesse antes de sua viagem à Europa, programada para o dia 17 de outubro.

A oposição chilena diante dessa declaração acusou o governo de vincular o resgate dos mineiros a agenda européia do presidente. Mas o Ministro do Interior, Cristián Barra, esclareceu que não se tem nenhuma segurança que o resgate ocorra antes da ida do presidente Piñera a Europa e que para o governo a vida dos mineiros chilenos é mais importante que qualquer agenda presidencial.

Foto: Associated Press

Na foto, dois dos 33 mineiros presos na mina, Mario Sepulveda, à direita e Luis Urzua . Os mineiros estão participando do próprio resgate recolhendo o material que as perfuradoras lançam nos túneis, mantendo limpo o espaço por onde serão resgados.

O cronograma de resgate foi reduzido drasticamente depois que as três furadeiras utilizadas no local começaram a progredir rapidamente.

Na semana passada, o governo havia mencionado que as tentativas de resgate começariam na segunda metade de outubro, quando anteriormente o prazo se estendia até o início de novembro.

Foto: Getty Images

A Ministra chilena de Mineração, Laurence Golborne, testa a capsula feita pela marinha chilena, que servirá para resgatar atráves do duto escavado, os 33 mineiros presos

Assim que o túnel de resgate estiver pronto, uma cápsula de aço, projetada pela marinha chilena e construída especificamente para este propósito, será utilizada para retirar os trabalhadores da mina.

O plano é que oficiais da Marinha desçam para avaliar a situação e ajudar os mineiros a utilizar a cápsula. O processo de retirada de cada um dos homens presos deve durar uma hora.

Médicos dizem que os trabalhadores estão recebendo treinamento físico como preparação para o resgate. Eles também estariam tendo aulas com especialistas em relações públicas para aprenderem a lidar melhor com a atenção da mídia.

Os mineiros também têm utilizado as pequenas cápsulas por onde eles recebem comida e suprimentos para mandar para a superfície lembranças e objetos.

Parentes dos homens presos na mina perto de Copiapo, a cerca de 725 quilômetros da capital Santiago, estão preparando uma festa para comemorar o resgate.

Foto: Reuters

O protesto dos outros funcionários da mina, cantando "não somos apenas 33",. Referindo-se aos companheiros presos no poço da mina San Jose, em Copiapo,

Recentemente, outros funcionários da mina fizeram um protesto dizendo que não haviam sido pagos desde o acidente.

Cantando "não somos apenas 33", cerca de 200 trabalhadores fizeram uma passeata em Copiapo cobrando o dinheiro da empresa, que tem grandes dívidas e está enfrentando ações na Justiça movidas por familiares dos mineiros presos.

Foto: Getty Images

Apesar de terem sido aconselhados voltar para casa enquanto os preparativos do resgate se concretizavam, as famílias dos mineiros presos não arredaram pé do local. Instalados em precárias barracas, no meio do nada, estão a espera dos filhos, maridos e pais, presos a 700 metros da superfície.


Nenhum comentário: