27 de out de 2010

ITÁLIA : Quem exagerar na minissaia, vai ser multada

ITÁLIA
Quem exagerar na minissaia, vai ser multada
Uma cidade do sul da Itália aprova projeto que multará as mulheres que ao usar trajes curtos, ou decotados, deixarem à mostra a roupa intima ou a falta dela.

Foto: Divulgação

Vista da costa de Castellammare, Napóles, Itália, a cidade que proíbe a minissaia

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Jornal de Notícias, Notícias R7, Heraldo Sun, Notizie Yahoo, Caserta News, RAI news, Metropolis Web

Castellammare di Stabia é uma simpática cidade napolitana, no sul da Itália, que entrou no noticiário internacional, nos últimos dias, por ter aprovado um regulamento instruindo a polícia municipal, entre outras coisas, a aplicar multas de R$ 59,9 (25 euros) a R$ 1.198 (500 euros) as mulheres que circularem de mini-saias ou vestidos curtos ou decotados demais, a ponto de deixarem visível, ou constate a ausência da lingerie.

O prefeito, Luigi Bobbio ficou rouco de explicar que, o que o regulamento, não inclui a proibição das mulheres usarem mini-saias em Castellammare e até ameaçou a imprensa italiana por estar vinculando falsas notícias, sobre o município, que acabaram espalhando-se pelo mundo.

Fotos: Arquivos

Não dá para compreender como multar , apenas por serem descuidadas, mulheres que sem querer são flagradas em situações como essa.

No detalhamento pode-se constatar que serão multadas as mulheres que usarem roupa tão curta que deixem as calcinhas à mostra, bem como blusas transparentes, que permita visualizar os soutiens ou calças e saias de cintura exageradamente baixa. Cofrinho então é crime de lesa pátria.

A bem da verdade o regulamento criminaliza também aqueles que jogarem bola na rua, que proferirem palavrões ou frases ofensivas em lugares públicos, que permaneçam em locais públicos sem camisa, ou que tomarem sol com trajes de banho nas praças e parques. Mas o que causou interesse e polêmica foram às restrições ao uso das minissaias.

Foto: Metropolis Web

Nos protestos se diz que o cérebro dos políticos são menores que as minissaias

Contra esse projeto, as mulheres do Partido Democrata italiano, organizaram uma concentração em frente ao edifício do Conselho Municipal protestando contra as normas que consideram "ofensivas para a integridade da mulher". Algumas delas, as que tinham preparo físico para tanto, desafiavam a polícia usando curtíssimas saias, “minigonna” em italiano, mas nenhuma foi multada ou presa.

Foto: Arquivos

Em Castellammare estas celebridades estariam todas multadas.

O regulamento é omisso se serão multadas as mulheres que transgredirem o regulamento acidentalmente. Como nos casos de ventania indiscreta, um movimento em falso ou durante a difícil manobra de entra e sair de um carro esportivo.

Nós do ”thepassiranews” apresentamos nossos protestos. Somos a favor de minissaias, mini-blusas, mini-vestidos. Apoiamos as transparências e as revelações e até ausência de lingerie. Em especial nas mulheres e nas filhas dos outros.


Nenhum comentário: