12 de jun de 2013

Eike Batista sai da lista dos 200 mais ricos do mundo

BRASIL - Economia
Eike Batista sai da lista dos 200 mais ricos do mundo
Depois de ter diminuído sua participação na OGX, petrolífera do grupo EBX, provocando uma queda nas ações da companhia, o empresário Eike Batista saiu da lista dos 200 homens mais ricos do mundo da agência de informações financeiras Bloomberg.

Foto: Fred Prouser/Reuters

Fortuna do empresário agora está avaliada em “apenas” US$ 6,1 bilhões.

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Época, Folha de S.Paulo, G1, Bloomberg

O empresário Eike Batista saiu da lista dos 200 maiores bilionários do mundo da Bloomberg, após vender ações de sua produtora de petróleo OGX, diminuindo a sua participação na companhia.

Segundo reportagem publicada pela Bloomberg, a queda de 9,3% nas ações da OGX na terça-feira ajudou a reduzir US$ 196 milhões do valor de mercado da companhia e deixou o bilionário com uma fortuna estimada em US$ 6,1 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index. A Bloomberg não informa a posição do brasileiro no ranking.

Eike chegou a ser o oitavo homem mais rico do mundo em março do ano passado, quando teve seu patrimônio avaliado em US$ 34,5 bilhões. Chegou a dizer que estava se preparando para ser o primeiro. Em janeiro deste ano, o empresário aparecia na 78ª posição.

Entre os dias 24 e 29 de maio, o empresário vendeu 70,5 milhões de ações da OGX por R$ 121,8 milhões. Com isso, a participação do empresário na companhia recuou de 61,09% para 58,82%.

"Se o próprio dono está se desfazendo das ações, provavelmente não é um bom negócio", disse à Reuters o sócio-diretor da Intrader Corretora, Anderson Luz.

A OGX já acumula perda de 73% de valor de mercado no ano. Há dois anos, o valor de mercado da empresa girava em torno dos R$ 50 bilhões, no final do ano passado valia R$ 14,17 bilhões, terminou o pregão de terça-feira com valor de mercado de R$ 3,78 bilhões.

O Índice de Bilionários da Bloomberg é atualizado diariamente, mas o site do ranking só oferece informações dos 100 mais ricos.

Na lista atual, com dados atualizados até 11 de junho, os únicos brasileiros que figuram entre as 100 maiores fortunas do mundo são Jorge Paulo Lemann, investidor controlador da Anheuser-Busch InBev, e o banqueiro José Safra.

Lemann aparece na 33ª posição, com fortuna estimada em US$ 20,6 bilhões, e Safra na 82ª posição, com patrimônio avaliado em US$ 11,9 bilhões.

Nenhum comentário: