5 de jan de 2012

Mitt Romney poderá ser o adversário de Obama

ESTADOS UNIDOS - ELEIÇÃO
Mitt Romney poderá ser o adversário de Obama
Apesar de ter conseguido uma vitória apertada, apenas oito votos de diferença, o pré-candidato republicano Mitt Romney, que venceu o caucus de Iowa, a prévia que abriu o calendário eleitoral americano, parece ser o republicano que vai enfrentar o democrata Barack Obama, nas próximas eleições americana que ocorrerá em 6 de novembro.

Foto: Jewel Samad/AFP/Getty Images

Mitt Romney e sua esposa Ann, comemoram a vitória nas primárias de Iowa

Postado por Toinho de Passira
Fontes:BBC Brasil, Publico, Veja, Folha de São Paulo

Em uma disputa decidida somente nos últimos minutos da apuração, o pré-candidato republicano Mitt Romney venceu o caucus de Iowa, prévia que abriu o calendário eleitoral americano na noite de terça-feira, com uma diferença de apenas oito votos sobre o segundo colocado, Rick Santorum.

Como já indicavam pesquisas divulgadas nos últimos dias, a disputa foi a mais acirrada na história do caucus de Iowa. Até o fim da apuração, ambos os pré-candidatos apareciam praticamente empatados, com 25% dos votos cada.

O resultado oficial foi divulgado somente na madrugada desta quarta-feira: Romney conquistou 30.015 votos, e Santorum, 30.007.

O congressista Ron Paul, que também começou a apuração empatado com Romney e Santorum, acabou em terceiro lugar, com 21% dos votos.

A votação em Iowa marca o início de uma maratona de caucus (em que os candidatos são escolhidos em assembleias) e primárias (em que os eleitores votam por meio de cédulas) que irão culminar, em agosto, com o anúncio oficial do candidato republicano que vai concorrer contra o presidente democrata Barack Obama – em busca de um segundo mandato – na eleição presidencial de 6 de novembro.

O governador do Texas, Rick Perry, que ficou em quinto lugar, depois de reavaliar sua participação, decidiu continuar na disputa.

Foto: Andrew Burton/Getty Images

Desencantada com o resultado a deputada Michele Bachman, única mulher candidata, saiu da disputa

Depois de amargar somente o 6º lugar nas prévias de Iowa, a congressista Michele Bachman desistiu oficialmente de prosseguir com sua campanha à Casa Branca. A única mulher entre os pré-candidatos à Presidência dos EUA anunciou sua decisão no início da tarde desta quarta-feira. Única mulher entre os candidatos era um dos principais rostos do movimento conservador Tea Party.

O próximo desafio dos pré-candidatos republicanos será já na próxima terça-feira, na primária de New Hampshire, onde Romney lidera com folga as pesquisas.

Foto: Joshua Lott/Reuters

O azarão Ron Paul, acabou em terceiro lugar.

Estima-se que mais de 120 mil eleitores tenham votado nas assembleias realizadas simultaneamente na terça-feira em 1.784 locais – como escolas, bibliotecas, residências e prédios públicos – nos 99 condados de Iowa.

Nessas reuniões, foram eleitos delegados que prometem apoiar nas convenções o candidato escolhido pelos eleitores.

O lugar privilegiado no calendário eleitoral americano faz com que o caucus de Iowa, chamado de o "Primeiro da Nação", receba atenção especial por parte dos candidatos e da imprensa.

Ao longo da campanha, Romney viu vários de seus adversários – Michele Bachman, Rick Perry, Newt Gingrich e o ex-candidato Herman Cain – subirem ao topo das pesquisas de intenção de voto no Estado, para logo em seguida voltarem a cair.

Entre os sete pré-candidatos republicanos com chances de ganhar a indicação do partido, apenas Jon Huntsman decidiu não focar sua campanha em Iowa, partindo direto para New Hampshire.

Calcula-se que os outros seis, somados, tenham percorrido mais de 37 mil quilômetros e investido pelo menos US$ 12,5 milhões (cerca de R$ 22,9 milhões) em propagandas eleitorais no Estado.

A campanha de Romney em Iowa começou modesta, com algumas visitas rápidas, mas na última semana o pré-candidato dedicou atenção total ao Estado, percorrendo quase 2 mil quilômetros.

Foto: Charlie Riedel/Associated Press

O senador Rick Santorum, na foto com sua esposa Karen, ficou em segundo lugar, apesar do esforço concentrado.

Santorum, ao contrário, passou os últimos meses concentrado na campanha no Estado, onde visitou todos os 99 condados e realizou quase 400 eventos.

O esforço começou a dar resultados nos últimos dias, com a subida do ex-senador da Pensilvânia ao topo das pesquisas, ao lado do favorito Romney e de Paul.

Historicamente, o caucus de Iowa é considerado um teste para a viabilidade de uma candidatura, e uma boa colocação no Estado representa um impulso para as prévias seguintes.

Por abrir o calendário eleitoral, a votação no Estado também serve como termômetro do efeito que as campanhas até o momento estão provocando nos eleitores.

No entanto, nem sempre o vencedor em Iowa é o escolhido final do partido.

Na eleição de 2008, Obama venceu o caucus democrata em Iowa e acabou ganhando a indicação do partido e, por fim, a Casa Branca.

Do lado republicano, porém, o caucus de Iowa em 2008 foi vencido pelo ex-governador do Arkansas Mike Huckabee. Romney ficou em segundo.

Nenhum dos dois conquistou a nomeação do partido, que foi para o senador John McCain, apesar do modesto quarto lugar na prévia de Iowa.


Nenhum comentário: