27 de jan de 2012

Parentes mexicanos de Romney correm perigo

MEXICO
Parentes mexicanos de Romney correm perigo
A polícia do México diz que o discurso anti-drogas e endurencimento das leis contra traficantes do republicano Mitt Romney, em campanha para presidente dos EUA, ameaça a segurança dos seus parentes mexicanos que habitam a perigosa região de Chihuahua, onde impera o cartel de Sinaloa, sob o comando do procurado e perigoso Joaquín "El Chapo" Guzmán.

Foto: Washington Post

Parentes mexicanos de Romney: Karen e o neto Tyton, ao lado do cunhado Leighton, em Chihuahua, no México.

Postado por Toinho de Passira
Fontes:Excelsior, Univision, La For a – O Globo, El Universal

No México, familiares mexicanos de Mitt Romney, o candidato mais bem cotado nas pesquisas, para concorrer às eleições a presidência dos EUA, pelo Partido Republicano, estão temerosos dos riscos de sofrerem ataques dos narcotraficantes, por causa das posições antidrogas, expressa pelo parente político, nos debates eleitorais.

Mais de 35 parentes do pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos moram em Chihuahua, uma área controlada pelo “cartel de Sinaloa”.

A vida dos Romneys no México, seguia serena e tranquila, mesmo vivendo numa região violenta e dominada por narcotraficantes, até que ganharam visibilidade com o parente famoso.

Foto: Dominic Bracco II/Washington Post

Meredith Romney, o primo sequestrado.

É verdade, que um dos Romney, o primo, Meredith Romney, de 70 anos, foi seqüestrado há dois anos. Ficou trancafiado em uma caverna durante três dias e só foi libertado depois que a sua família pagou uma o resgate.

Meredith, porém, considera-se um homem de sorte, pois ele foi um dos quatro que sobreviveu a ação dos sequestores. Naquele ano, dos dezoito cidadãos sequestrados pelo cartel, 14 foram assassinados.

O jornal mexicano "El Universal" afirma que policiais teriam dito que a iniciativa de Romney de tornar mais efetivas as campanhas antidrogas dirigidas aos jovens e de aumentar as penas para os traficantes, poderia descontentar o líder do cartel de Sinaloa, Joaquín "El Chapo" Guzmán, um traficante mexicano ligado à "Alianza de Sangre", também conhecida como Sinaloa Cartel. "El Chapo" é considerado o criminoso mais procurado do mundo e segundo a revista Forbes ocupa a posição 701° homem mais rico do mundo, com uma riqueza acumulada de mais de um bilhão de dólares.

Os Romney mexicanos são descendentes de Miles Park Romney, mórmon polígamo que teria se mudado para o deserto de Chihuahua em 1885 para fugir da perseguição religiosa - que incluía repressão à poligamia - nos Estados Unidos. Conseguiu asilo da presidente mexicano Porfirio Diaz, sob alegação de perseguição das autoridades dos EUA.

Bem longe das leis americanas, Miles, bisavô de Mitt, teve quatro esposas e 30 filhos, entre eles o pai de Mitt, George Romney, que nasceu no México.

Foto: Dominic Bracco II/Washington Post

A sobrinha, Laurice Romney, 28 anos, a nova geração


Nenhum comentário: