12 de jan de 2012

Fotografo brasileiro ganha o premio “Rey de España”

BRASIL - ESPANHA
Fotografo brasileiro ganha o premio “Rey de España”
"A Morte de Dilma", foi assim que os jornais internacionais intitularam a foto do fotografo brasileiro Wilton Junior, do Jornal O Estado de S. Paulo, que ganhou o premio pelo sensacional e surpreendentemente flagrante.

Foto: Wilton de Sousa Junior, de O Estado de S.Paulo

A presidente faz o cumprimento a Bandeira Nacional enquanto o oficial que comanda a guarda de honra, abate a espada, seguindo o protocolo militar. Visto desse ângulo a presidenta parecia está sendo transpassada pela espada do militar.

Postado por Toinho de Passira
Fonte: O Estado de S.Paulo , Diario de Yucatan, EPA

O fotografo brasileiro Wilton de Sousa Júnior, 37 anos, o ganhador do Prêmio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha, na categoria Fotografia, disse as agências internacionais ao ser comunicado da premiação, que com a foto, pretendeu retratar o difícil momento político que a presidenta Dilma Rousseff vivia em agosto passado, com uma imagem forte.

A foto foi publicada no jornal Estado de S. Paulo, em 21 de agosto de 2011 e em 31 de agosto do mesmo ano, na revista "Veja", que a elegeu como a imagem da semana.

Wilton de Sousa, o fotográfo brasileiro premiado
A imagem foi captada durante a cerimonia de entrega de espadins a 441 cadetes da Academia Militar de Agulhas Negras, no Rio de Janeiro.

A publicação da fotografia coincidiu com um momento delicado do governo Dilma, em que o PMDB, principal aliado, estava em conflito com o PT, partido da presidente, em disputa por espaço e troca de acusações que envolviam ministros dos dois partidos, depois de ter perdido o quinto ministro, em apenas oito meses de governo, quatro deles acusados de corrupção.

Os jurados da XXIX edição do premio, composto por representantes da agencia EFE e da Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID), justificaram a escolha "especialmente pela habilidade do fotógrafo em capturar um instante em perfeita sincronia, cujo resultado produz uma surpresa".

Wilton de Sousa Júnior disse ser esse o primeiro premio internacional que recebe em 19 anos de carreira. Ele foi informado pela agencia de noticia Efe, do premio, através de uma chamada telefónica, quando se encontrava na cidade de Campos, no Rio de Janeiro, cobrindo os danos causados pelas chuvas nas últimas semanas.

O premio, além da honraria oferece ao vencedor cerca de U$S 7,5 mil.

Wilton Júnior trabalha desde 2001 como correspondente do Estado de S. Paulo, no Rio de Janeiro, e é também colaborador da "Folha Dirigida", do "Jornal dos Sports" e do jornal "O Dia".

Nenhum comentário: