24 de jan de 2012

Ronald Reagan 24 x George Bush 0

OPINIÃO
Ronald Reagan 24 x George Bush 0
“O Bush pai é esquecido porque foi um moderado e aumentou impostos. O Bush filho é esquecido porque é o maior responsável por esta dívida impagável, pelos seus cortes de impostos, duas guerras, um trilhão de dólares em remédios para os velhos e o imperdoável inchaço do governo federal.”

Foto: Arquivo

Ronald Wilson Reagan foi um ator e político estadunidense, 33º governador da Califórnia e 40º presidente dos Estados Unidos

Lucas Mendes
Fonte:BBC Brasil

Vinte e quatro a zero foi o placar de invocações das divindades republicanas num dos primeiros debates entre os candidatos no ano passado. Parecia que o último presidente republicano tinha sido Ronald Reagan, que governou na década de 80.

Depois dele, tivemos mais 12 anos de republicanos na Presidência, quatro de Bush pai e oito de Bush filho. Não existem. Quando Bush pai endossou Mitt Romney, foi difícil abafar o endosso.

O Bush pai é esquecido porque foi um moderado e aumentou impostos. O Bush filho é esquecido porque é o maior responsável por esta dívida impagável, pelos seus cortes de impostos, duas guerras, um trilhão de dólares em remédios para os velhos e o imperdoável inchaço do governo federal. Pecado capital.

Nesta curva fechada para a direita, os conservadores radicais perderam de vista Ronald Reagan, o presidente, no retrovisor.

Criaram outro que não existiu e jamais seria eleito este ano pelos republicanos. O Reagan que eles não veem foi aquele governador da Califórnia que defendeu os direitos dos gays quando um ultraconservador propôs um referendo - a Proposição 6 - que baniria das escolas públicas os gays, lésbicas e qualquer pessoa que apoiasse direitos civis de homossexuais. A Proposição 6 foi derrotada graças à oposição de Reagan.

Quando ele assumiu a Presidência, o déficit era profundo, provocado por uma maciça redução de impostos. Reagan aprovou a reforma tributária de 1986 que, na prática, aumentava uma dúzia de impostos.

Reagan quebrou outro dogma dos conservadores com sua reforma da imigração. Anistiou e legalizou 3 milhões de imigrantes que tinham entrado no país antes de 1982.

Quando Rick Perry, governador do Texas, disse que é preciso ter uma dose de compaixão e pagar a escola de filhos de imigrantes ilegais, foi vaiado pela plateia, levou borracha dos outros candidatos e os números dele começaram a cair.

Outro pecado mortal do presidente Reagan foi nomear Sandra Day O'Connor para o Supremo Tribunal, uma decepção para os conservadores.

Quase metade dos americanos não paga impostos e este é um dos argumentos dos candidatos republicanos nos debates para justificar o déficit e defender os ricos, mas Reagan era a favor da isenção de imposto federal para todos americanos que vivessem abaixo da linha oficial de pobreza.

Patti Davis, filha de Ronald Reagan, não reconheceu o próprio pai durante um debate em setembro na Biblioteca Ronald Reagan, em Simi Valley, na Califórnia.

Ela escreveu: "Mitt Romney, Rick Perry e Newt Gringrich podem invocar o nome de meu pai até a língua ficar roxa, mas eles não chegam nem perto da sombra dele. Sou filha de um homem de caráter que deixou uma marca profunda neste mundo".

Patti não concordava com todas políticas do pai, mas se lembra das histórias que ele contava sobre a vida de jovem pobre no Meio-Oeste e suas posições contra o racismo.

Ela acha que se o pai estivesse aqui também ficaria desapontado com Obama, mas jamais usaria a linguagem e o veneno dos candidatos republicanos quando falam sobre o presidente.

O candidato mais decente para Patti era Jon Huntsman, republicano, ex-embaixador de Barack Obama na China, que caiu fora por falta de dinheiro e votos nas primárias, mormonismo e sua conexão diplomática com Obama.

O maior choque da filha do Santo Reagan, padroeiro dos republicanos, foi sobre execuções: quando um jornalista no debate mencionou que Perry tinha executado mais de 200 pessoas, o aplauso do auditório foi forte.

"Aplaudimos execuções?"

"Quando meu pai era governador e autorizou sua primeira execução, ele e o pastor ficaram de joelhos e rezaram."

Outros tempos, outros republicanos. Reagan hoje seria um renegado, um homem que abandonou suas convicções, inimigo dos conservadores radicais.


*Acrescentamos subtítulo, foto e legenda ao texto original


Nenhum comentário: