25 de jul de 2012

Improvável que Lula venha ao Recife apoiar Humberto

Brasil – Eleição 2012
Improvável que Lula venha ao Recife apoiar Humberto
Lula vai usar o problema de saúde para não comparecer na campanha de Prefeito do Recife. Humberto também não poderá contar com o seu líder José Dirceu, que estará ocupando sentado no banco dos réus do STF

Foto: Paulo de Araújo/CB/D.A Press

GINÁSTICA Humberto Costa, administrando a ausência de Lula na campanha, a ocultação da ligação com José Dirceu, os apoios perdidos dentro do partido e o enfrentamento da máquina mortífera de Eduardo Campos

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Blog Julia Duailibi, Veja, Jornal do Comércio – Edição Digital,

Segunda-feira, 30, Humberto Costa estará em São Paulo, para ser fotografado ao lado de Lula. A comitiva contará com o candidato à vice, João Paulo, e os candidatos petistas de Petrolina, Odacy Amorim, e de Paulista, Sérgio Leite.

Humberto divulga que deverá ter uma conversa política com Lula, mas se sabe que será impossível, como as estrelas de Hollywood, o ex-presidente dedicará apenas minutos a cada candidato, na extensa fila de petistas, de todo o Brasil, que se enfileirarão para conseguirem serem fotografados com o presidente.

Humberto também divulga que Lula vai receber o prefeito João da Costa, para a missão impossível de convencê-lo, a apoiar, o biônico Humberto.

Humberto está enfrentado serias dissidências dentro do partido, devido à forma truculenta como atropelou o atual prefeito João da Costa, cassando sua oportunidade de tentar a reeleição. Alguns petistas já oficializaram, inclusive, apoio ao socialista Geraldo Júlio, o candidato de Eduardo Campos. No último domingo, por exemplo, o vereador petista Osmar Ricardo, se deixou fotografar, na inauguração do comitê de Geraldo Júlio. Os vereadores petistas Jairo Brito e Eduardo Granja (PT), o primeiro cunhado de João da Costa, e o segundo ex-secretário municipal de Juventude, estão distanciados e não tem comparecido às caminhadas de Humberto.

Lula está mesmo preocupado e dedicará 99% do seu tempo na campanha de Haddad em São Paulo. Haddad, o poste de Lula, aparece com apenas 7% das intenções de votos nas pesquisas. O Datafolha diz que o candidato petista é desconhecido por 45% dos eleitores, e não é identificado como o candidato de Lula, apesar de 40% dos pesquisados terem dito que votariam no candidato apoiado pelo ex-presidente.

Mesmo assim, o que se planeja no momento, para São Paulo, são desfiles de Lula, pela cidade no “Haddadmóvel”, (uma cópia do “Dilmamóvel”, usado pela presidente durante a campanha eleitoral de 2010) ao lado do candidato, para tentar colar a imagem do ex-presidente ao seu poste.

Humberto Costa não trará para desfilar com ele pelas ruas do Recife, o seu líder e guru político José Dirceu, o parceiro que comanda a facção petista “Construindo um Novo Brasil”. Afinal, o senador deve a ele, a sua indicação biônica de candidato a prefeito do Recife.

Primeiro porque não é conveniente, depois porque, Dirceu estará muito ocupado, durante o mês de agosto, sentado no banco dos réus do Supremo Tribunal Federal, na condição de chefe da sofisticada quadrilha do mensalão. Após o julgamento, Dirceu, recolhido numa penitenciária federal, estará impedido de viajar.

Quanto a Lula, é muito difícil Humberto conseguir que ele venha ao Recife, apenas para lhe dar demonstrações de apoio. Lula não quer encrenca com o amigo e aliado Eduardo Campos e vai usar a desculpa de problemas de saúde.


Um comentário:

Anônimo disse...

Que senhor feio!
Em todos os sentidos!