15 de jul de 2012

MULHER: Stephannie Oliveira, o melhor voleio de Bebeto

BRASIL – Mulher
Stéphannie Oliveira, o melhor voleio de Bebeto
O atacante da seleção brasileira, Tetracampeão mundial pelo Brasil na Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, conhecido como Bebeto, vai acabar conhecido apenas como pai de Stephannie, a capa e o recheio da Revista VIP desse mes

Foto: Daniel Aratangy / Revista VIP

Postado por Toinho de Passira
Fontes: VIP, Terra, Yahoo - Fotos, Universo Movie, Ego

O soteropolitano José Roberto Gama de Oliveira, o Bebeto, Tetracampeão mundial pelo Brasil, ficou conhecido mundialmente pelos golaços que marcava de voleio, sua marca registrada. O mais famoso deles foi contra a Argentina na Copa dos Estados Unidos.

Idolos de varias torcidas pelo planeta, seus feitos como atleta está sendo ofuscado pela paternidade de Stéphannie Oliveira, 21 anos.

Não tarda, vai acabar conhecido apenas como o pai de Stephannie, uma das mais promissoras entre as modelos brasileiras, da nova geração, que sonha também com a carreira de atriz.

Fotos: Daniel Aratangy/VIP

Em 2010, a revista VIP apresentou ao mundo, a filhinha do craque, nas Preliminares da edição 305. Agora, dois anos depois, deram à moça o lugar mais nobre da publicação, a capa, além de um ensaio explosivamente sensual, brechada pelas lentes de Daniel Aratangy.

Na entrevista Stephannie disse à revista que o comportamento do pai, o ex-jogador Bebeto, é parecido com o do argentino Lionel Messi. "Meu pai nunca se envolvia em escândalos, nunca tinha polêmicas com ele. E quantas vezes você já viu polêmicas com o Messi?", opinou a jovem, que se declarou flamenguista roxa.

Foto: Revista Vizoo

Adiante afirmou ter uma boa relação com o pai e, com bom humor, só lamentou não ter recebido dele uma homenagem em campo - o famoso "nana nenê" da Copa de 1994 foi para o irmão caçula, Mattheus, que hoje joga no Flamengo.

Foto: Daniel Aratangy/VIP

Stéphannie Oliveira, tem um estilo que vai na contramão do senso comum do universo fashion. Em entrevista para a revista Vizoo, a bela morena - de 1,81m de altura, 90 cm de quadril, 60 cm de cintura e 85 cm de busto - disse que passa longe do estilo "mulherzinha". “Sou um molequinho. Fiquei mais vaidosa pela necessidade da profissão, mas estou sempre toda roxa, ralada. Tenho muito mais amigos homens. Menina é sempre muito fresca, muito sensível”, diz ela, que também adora comer sem culpa. “Dieta de alface não tem vez comigo”, afirma.

Apesar do jeito moleque, Stéphannie se transforma em um mulherão nas fotos e não se envergonha da própria sensualidade. Evangélica, ela afirma que encara o nu com naturalidade.

“Acho que é preciso separar a nudez de algo sexual. Não faria nada vulgar”, explica. “Às vezes, o pastor reclama, mas é trabalho, sei separar", garante.

Claro! Claro! Claro! A gente compreende. Manda esse pastor catar coquinho.

Foto: Daniel Aratangy/VIP

Obrigado Bebeto!!!


Nenhum comentário: