21 de nov de 2010

Obama: garoto propaganda da GM

PORTUGAL - USA
Obama: garoto propaganda da GM
O presidente americano, incluiu na sua agenda em Liboa, onde participa da cúpula da Otan para "vender" carro elétrico da GM. A General Motors não fechou as portas, afundada em dívidas, durante a crise econômica, porque o governo Obama fez um inusitado aporte de dinheiro público na empresa, em 2009. Esse gesto lhe valeu serias criticas. Semana passada, a companhia deu os primeiros sinais de recuperação, voltando a negociar suas ações em Wall Street, o que está sendo festejado pela Casa Branca

Foto: Getty Images

Obama vendendo carros elétricos americanos na Europa

Postado por Toinho de Passira
Fontes: A Tarde, Reuters, Estadão, Prius Chat , Jornal de Notícias, GM

O presidente norte-americano, Barack Obama, deu um tempo em suas atividades na cúpula da Otan em Lisboa, neste sábado, para fazer propaganda do novo carro elétrico da General Motors, que deve chegar à Europa em 2011.

Obama atuou como "vendedor-em-chefe" do modelo Ampera da GM Opel há poucos dias de ter afirmado, em Washington, que os contribuintes norte-americanos receberiam seu dinheiro de volta, cercade US$ 50 bilhões, que o seu governo injetou na empresa, na forma de compra de ações.

Chamando o Ampera de "um exemplo da tecnologia GM", Obama afirmou: "Esse é o futuro".

"Esse é um carro feito na América", disse ele, diante do Ampera, no centro de convenções lisboeta, onde acontece a cúpula da Otan. "Vamos começar a vendê-lo na Europa".

Na semana passada a GM voltou a se tornar uma empresa com ações públicas negociadas em Wall Street, em meio ao grande interesse de investidores. A Casa Branca tenta ganhar o crédito pelo sucesso na recuperação da companhia, já que a decisão de investir dinheiro do contribuinte para salvar a empresa foi muito criticado à época.

Essa ajuda a GM e a Wall Street contribuíram para a queda brusca na popularidade de Obama. Tudo leva a crer que a derrota do Partido Democrata na eleição parlamentar de 2 de novembro foi fruto dessa decisão.

Foto: Divulgação

AMPERA - O carro elétrico da General Motors – OPEL, será vendido a partir de 42.900 euros. A bateria recarrega em três horas e permite a utilização permanente com propulsão elétrica, com uma autonomia de 500 km

Agora o presidente tenta desfilar com os louros da vitória, afirmando inclusive, que quando as ações de posse do governo forem vendidas oportunamente, o contribuinte pode ser beneficiado com um valor superior ao investido.

Ainda justificando a salvação da General Motors, o presidente americano acrescentou que o país poderia ter perdido "mais de um milhão de postos de trabalho", se não tivesse acontecido a intervenção, o que teria custado bilhões de dólares.

Para quem criticar Obama por estar sendo garoto propaganda de um veículo da General Motors, é bom lembrar, que o presidente americano está apenas defendendo o dinheiro do contribuinte: o governo americano é sócio da empresa, pois ainda detém 553.847.273 ações da GM.

Charge de DARLY CAGLE, USA - julho de 2009


Nenhum comentário: