26 de nov de 2010

CUBA: As tangerinas vem de barco - Yoani Sánchez

CUBA
As tangerinas vem de barco
A blogueira cubana, Yoani Sánchez, revelando as carências de Cuba, onde há fartura de intolerância e carência de tangerinas e liberdade


TANGERINA, aqui em Pernambuco, também é chamada de laranja cravo.

Yoani Sánchez
Fontes: Generacion Y

É uma bolsa de malha, uma redezinha entrelaçada de cor avermelhada com cinco tangerinas em seu interior. As trouxe - da Europa – um leitor que descobriu onde vivo graças as pistas deixadas no blog. Depois de brindar-lhe com um vaso de água, tirou os cítricos da sua mochila – com certa vergonha – como se viesse me presentear com algo muito comum nesta Ilha, mais comum inclusive que o marabú* ou a intolerância. Não se explica então porque agarro o pacote e afundo o nariz em cada fruta. Uns segundos e chamo aos gritos a minha família para mostrar-lhes os arredondados alaranjados que já começo a descascar. Afundo minhas unhas na casca e perfumo meus dedos. Tenho uma festa de resina sobre cada mão.

Uma trilha de cascas enche a mesa e até o cachorro se entusiasma com o odor que excita toda a casa. Chegaram as tangerinas! Voltou esse aroma quase perdido, essa textura extraviada! Minha sobrinha celebra a aparição e tenho que lhe explicar que uma vez estes frutos não vinham nem de barco nem de avião. Evito confundi-la – porque só tem oito anos – com a história do plano citrícola nacional e das grandes extensões da Ilha da Juventude onde as laranjas e os grapefruit eram colhidos por estudantes de outros países. Tampouco menciono as cifras triunfalistas lançadas da tribuna ou os sucos Tropical Island que começaram sendo fabricados coma polpa extraída das nossas colheitas e agora sabem a xaropes importados. Mas sim lhe conto que quando novembro ou dezembro chegava, todos os meninos da minha escola primária cheiravam a tangerinas.

Que dias aqueles! Em que ninguém tinha que trazer-nos de um continente longínquo o que as nossas próprias terras produziam.


*Traduzido por Humberto Sisley de Souza Neto
**O marabu é uma espécie de um arbusto nativo da África e um praga vegetal em Cuba. Ocupa 18% das áreas agriculturáveis da ilha e reduziu drasticamente a produção de frutas, no país.
***Acrescentamos subtítulo, foto e legenda ao texto original

Um comentário:

Ajuricaba disse...

Acompanho a luta dessa guerreira e é estimulante ver tanta garra diante de tanta força contra.