11 de nov de 2010

Lula-Dilma são avalistas da fraude de Silvio Santos?

BRASIL
Lula-Dilma são avalistas da fraude de Silvio Santos?
O Banco Central e a Caixa Econômica Federal e o governo Lula como um todo, não têm como explicar o escândalo da compra de ações e o socorro de R$ 2,5 bilhões para ao Banco Panamericano, do empresário Silvio Santos. Estão apoiando e tentando esconder uma mega-fraude contábil, com riscos de desestabilizar o sistema bancário brasileiro. Na verdade o governo Lula está apenas pagando ao SBT por ter fraudado a agressão sofrida por Serra, no Rio de Janeiro, quando afirmaram que o candidato havia sido atingido apenas por uma bolinha de papel.

Foto: Ricardo Stuckert/PR

QUEM QUER DINHEIRO? - “O presidente Lula alega que não há como melhorar a saúde dos brasileiros sem os 40 bilhões de reais anuais da CPMF. Falta o dinheiro que sempre aparece quando um amigo do governo precisa.” – Coluna do Augusto Nunes

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Carta Capítal, Blog Mirian Leitão, Veja, Blog do Augusto Nunes, Radar Online, Estadão

“O Fundo Garantidor de Crédito FGC deu um empréstimo ao Grupo Silvio Santos de R$ 2,5 bilhões para que o controlador do banco pudesse cobrir o rombo nas contas do banco. Só que não é um rombo qualquer, a fraude contábil abriu um buraco maior do que o patrimônio do banco e isso é caso que configura uma necessidade de intervenção para liquidação. Para evitar isso o FGC está emprestando o dinheiro para o grupo Silvio Santos.” – diz Mirian Leitão na sua coluna na CBN.

Foto: Antonio Cruz/ABr

O planalto pagou a Silvio Santos o mais alto cachê da história da humanidade: R$ 2,5 bilhões

Há varias perguntas a serem respondidas nesse caso. Primeiro porque foi utilizado esse fundo bancário para socorrer Silvio Santos, quando o mais correto e límpido seria obedecer “a lei do Proer que manda intervir para liquidar ou vender mas com os controladores e administradores respondendo com seus bens pelos eventuais prejuízos da operação.”

”Outra dúvida que não quer calar é como isso não foi visto pelo Banco Central nem pela Caixa Econômicas nas auditorias que tiveram que fazer para que o BC autorizasse a Caixa a comprar parte do banco. Hoje a Caixa tem 49% do capital votante do banco e a autorização foi dada em julho quando a fraude já tinha sido cometida. Estava lá nos registros e nem CEF nem BC viram”(?)

O problema foi percebido durante a análise das operações de crédito vendidas pela financeira do Grupo Silvio Santos aos grandes bancos de varejo. Na análise feita pelo BC, foi constatado que essas instituições haviam adquirido operações do Panamericano em número menor que o declarado pela financeira do empresário Silvio Santos. É como se o comprador declarasse a aquisição de 10 carteiras, mas o vendedor registrava a venda de 50 operações.

Isso é um crime financeiro e nos países sérios os responsáveis perdem o patrimônio e vão para a cadeia.

Além de Silvio Santos, o principal responsável pelo trambique (acobertado pela dupla caipira Lula-Dilma) é o seu concunhado, Rafael Paladino, que comandava o Banco Panamericano, casado com a irmã de Íris Abravanel, mulher do apresentador.

Segundo a coluna Radar de Lauro Jardim, o concunhado Paladino está muito bem financeiramente, diferindo do banco que comandava, pois recentemente comprou um apartamento triplex em São Paulo e está construindo uma mansão no Guarujá.

O Banco Central e o Ministério da Fazenda fingem que não tem nada com isso. Lula falou da África, que isso é uma negociação entre os bancos. Na verdade as ações de todos os bancos brasileiros sofreram queda na Bolsa de Valores e passa um clima de dúvida se outras fraudes bancárias estão acontecendo, em outros bancos, sob os olhares complacentes do governo.

Foto: Divulgação

Dilma recebida no SBT por Silvio Santos e a esposa Iris Abranável

Bom que se diga que estão jogando bilhões numa empresa que está afundando e em sérias dificuldades. No ano passado, o Panamericano estava avaliado em 2 bilhões de reais, hoje não vale a metade disso, muito menos que o empréstimo obtido.

Segundo o Estadão o banco Panamericano era, de longe, o mais importante e rentável braço do Grupo Silvio Santos(?). Para se ter uma idéia, estima-se que, em 2010, o SBT deve encerrar o ano com um prejuízo de 40 milhões de reais.

Foto: Divulgação

PAPARICOS - Carlos Nascimento e Karyn Bravo entrevistam a então candidata Dilma Rousseff durante o SBT-Brasil

Bom lembrar também que quando o candidato José Serra sofreu a agressão dos sindicalistas do mata mosquito, o noticiário do SBT, fraudou a noticia, mostrando um momento anterior, quando o ex-governador paulista fora atingido também, por uma bolinha de papel. Essa fraude cobriu a outra e custou, por enquanto exatos R$ 2,5 bilhões.


Nenhum comentário: