6 de out de 2014

Paulo Câmara: a maior votação percentual do Brasil

BRASIL – Pernambuco – Eleição 2014
Paulo Câmara: a maior votação percentual do Brasil
Eduardo Campos morto decidiu a eleição em Pernambuco. O socialista Paulo Câmara ganhou de capote, teve o dobro dos votos que o fanfarão, Armando Monteiro Neto (PTB)


Detalhe da primeira página Diário de Pernambuco

Postado por Toinho de Passira
Fonte:  Diário de Pernambuco

O socialista Paulo Câmara foi eleito para governar Pernambuco como a maior votação percentual do país. O socialista obteve 68,08% dos votos válidos, o que representa 2,2 vezes do segundo colocado, o cuja votação alcançou 31,07%.

A Frente Popular conquistou além do governo do estado a vaga de senador, com Fernando Bezerra Coelho (PSB). Ex-ministro da Integração Nacional do governo Dilma Rousseff, Bezerra Coelho superou a votação do petista e ex-prefeito do Recife, João Paulo (PT), em 1,2 milhão de votos.

“Pernambuco vai ter um governador servidor público por vocação e um servidor que vai trabalhar para o povo que mais precisa”, disse Paulo Câmara à noite, em entrevista à imprensa. Câmara, ex-secretário da Fazenda, é funcionário licenciado do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE).

Para o governador eleito, o resultado das eleições foi um reconhecimento ao trabalho e ao legado do ex-governador Eduardo Campos, que faleceu em acidente aéreo em Santos (SP). No acidente, além de Campos, morreram os dois pilotos e quatro assessores da campanha do ex-governador.

O pronunciamento de Câmara foi feito em entrevista coletiva à imprensa, no Recife Monte Hotel, em Boa Viagem, onde estava ao lado de Fernando Bezerra Coelho, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, e a viúva do ex-governador Eduardo, Renata Campos.

Antes de ir à Boa Viagem, o governador eleito desfilou em carro aberto, ao lado de Geraldo Julio, na Praça de Casa Forte. Ali, Paulo, ao lado de três dos cincos filhos do ex-governador Eduardo, foi recebido pela militância da Frente Popular.

No meio do desfile, o futuro governador desceu do carro para abraçar padre Edwaldo Gomes, pároco da Igreja Casa Forte, onde a família Campos costuma ir às missas.

Geraldo Júlio e a esposa, Cristina Melo, Raul Henry, eleito vice-governador, Felipe Carreras, que conquistou uma vaga de deputado federal, e Sileno Guedes, presidente estadual do PSB, subiram no palco do Marco Zero, além dos filhos de Eduardo e Renata Campos, que chegou depois, sob ovação.

"Nem o mais otimista iria imaginar uma vitória tão expressiva. Pernambuco te ouviu e te homenageou", declarou Fernando Bezerra Coelho, referindo-se a Eduardo Campos. Ele conquistou 64,34% dos votos válidos, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Fernando Bezerra agradeceu também aos filhos do ex-governador, João e Pedro, que, segundo ele, "tomaram a campanha nas mãos. É como se Eduardo estivesse com eles".

O governador eleito, Paulo Câmara, foi o último a falar, sob muita chuva. "Pernambuco mostrou para todo o Brasil como se faz uma eleição. Quero agradecer a cada pernambucano e vou honrar a confiança. Hoje demos exemplo para o Brasil. Unimos Pernambuco para fazer por quem mais precisa. Eduardo vai fazer falta, mas estará em nossos corações para sempre. Vamos contar com cada um de vocês para governar o estado. Pernambuco mostrou que a força do povo faz a diferença.

Vamos pegar no serviço, como dizia Eduardo", finalizou.

Nenhum comentário: