9 de out de 2014

Renan reage, burocraticamente as acusações de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef

BRASIL - Corrupção
Renan reage, burocraticamente as acusações de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef
Contadora do doleiro, disse na CPI que Renan se reuniu com o bandido cinco dias antes dele ser preso.

Foto: Agencia Senado

Renan Calheiros, o "inidiguinável"

Postado por Toinho de Passira

Os jornalistas ficaram surpresos com a nota chocha que a assessoria de imprensa do Senador Renan Calheiro (PMDB-AL)divulgou após ele, o Presidente do Senado, ter sido acusado de ter negociado com o doleiro, Alberto Youssef, atualmente preso, investimento de fundos de pensão em uma empresa dele.

O mais grave é que as acusações aconteceram dentro do recinto do Congresso Nacional, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista da Petrobras, nesta quarta-feira.

A contadora do doleiro, Meire Pôza, que está colaborando com as investigações, afirmou, inclusive que o doleiro se reuniu com o presidente do Senado, Renan Calheiros, para acertar os tais no dia 12 de março deste ano, cinco dias antes da prisão do doleiro.

Diante desta grave acusação a uma das maiores autoridades do poder legislativo brasileiro, o acusado fez divulgar, através da sua assessoria, a seguinte nota:

“O senador Renan Calheiros reitera que não conhece a pessoa mencionada no noticiário como “doleiro” Alberto Youssef e que só soube da existência do mesmo após as informações publicadas pelos jornais.

O senador, portanto, reafirma que nunca esteve, agendou conversas e nunca ouviu falar de Alberto Yousseff e de sua contadora”.

Como é? O presidente do Senado não vai processar a depoente por calúnia e difamação? Não ficou surpreso com a ousadia dessa moça que o acusa de envolvimento com a máfia da Petrobras, dentro da casa que ele preside?

Renan é econômico, porque não tem como se defender. Sabe que se ameaçar a moça ela pode subir o tom e desmascará-lo de vez. Que uma nota contundente teria mais repercussão na imprensa que essa desculpa insossa.

O blogueiro Ricardo Noblat comenta ironicamente a não indignação de Renan:

”Deve ser porque ele se acostumou a ser apontado como suspeito de envolvimento com corrupção. Então perdeu a capacidade de se indignar".

Nenhum comentário: