31 de out de 2014

Dilma sai de férias depois de 40 dias sem trabalhar!

BRASIL – Não é um país sério
Dilma sai de férias depois de 40 dias sem trabalhar!
Como o país não enfrenta nenhum problema, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) embarcou nesta quarta-feira de Brasília para a Base Naval de Aratu, na Bahia, onde pretende descansar até domingo


EXCLUSIVO - Nossos fotógrafos flagraram a presidente Dilma nadando no litoral da Bahia, próxima a praia de Inema.

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Veja, O Diário

Dos motivos que existem para pedir o impeachment da presidente Dilma, pode-se acrescentar o fato dela ter passado 40 dias longe do trabalho, só fazendo campanha, utilizando o dinheiro público, e, agora encerrada as atividades eleitorais, tem a desfaçatez de sair de férias, em meio a uma crise institucional, com a inflação fora do controle, o congresso rebelado, as ações das estatais despencando e o câmbio fora do controle.

É como se um capitão abandonasse o navio no meio de uma tempestade.

Foi assim durante os últimos 40 dias: abandonou de vez o oficio de Presidente, usando todo o seu tempo útil integralmente na campanha, atrelando despudoramente sua agenda de candidata com a de pretensa chefe de Estado, para utilizar-se do AeroLula, assessores, bajuladores, dava carona a marqueteiros, e equipe de produção de material de propaganda, e todas as mordomias que nem nossa vão filosofia é capaz de conceber.

Estranho que os partidos de oposição aceitam tal abuso pacificamente sem exigir que o Tribunal Superior Eleitoral abrisse uma investigação. Ou melhor, porque o corregedor eleitoral, por inciativa própria, como é de sua obrigação, não enquadrou a candidata, por abuso do poder político e econômico?

Sentindo os ventos da impunidade a favor e navegando nas ondas da mordomia, a madama Dilma entrou de férias remuneradas, com as despesas do descanso contabilizadas nas contas do empregador, nós o povo brasileiro.

A enorme estrutura da mordomia da presidência transfere-se de mala e cuia, para as paradisíacas instalações da Marinha em Aratu, Bahia, transformada durante o governo Lula num suntuoso e exclusivo resort cinco estrelas.

Sem falar nos custos adicionais com o bloqueio terrestre, naval e aéreo mobilizando mais de uma centena de militares das três forças, durante 24 horas por dia, para que a presidenta e a corte de familiares não seja molestado, por intrusos ou paparazzos.

Assim será por mais quarto anos, ou mais...

Registre-se que faltam 1.522 dias para o fim dos governos Dilma.

Nenhum comentário: