13 de fev de 2011

Ninguém vai investigar o “golpe” de Silvio Santos?

BRASIL – ESCÂNDALO
Ninguém vai investigar o “golpe” de Silvio Santos?
Em resumo, o empresário Silvio Santos saiu do golpe aplicado pelo seu banco, o Panamericano, sem nenhum prejuízo aparente. Continua ficha limpa, risonho, solto e milionário. O Banco Central, tanto do governo Lula, quanto do Governo Dilma realizaram estranhas e mirabolantes operações para ajudá-lo. Até agora não se sabe exatamente quem vai pagar a conta do rombo. Pelo visto esse papagaio já foi descontado do contribuinte brasileiro, via Caixa Econômica Federal. O pior é que ninguém parece interessado em investigar a tramóia.

Foto: Divulgação

O empresário Senhor Abravanel, mais conhecido por Silvio Santos, importou o golpe aplicado no Sistema Financeiro Americano e se deu bem. Muito bem! Ahai!

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Jornal do Comercio

O comentarista econômico do Jornal do Comercio destaca que para se livrar da encrenca do seu banco, o Panamericano, Silvio Santos, importou para o Sistema Financeiro Brasileiro a tecnologia que nos Estados Unidos originou a crise global, os chamados títulos subprime.

O truque do Panamericano, feito nas barbas do Banco Central, de Henrique Meirelles, no governo Lula, deixou passar um espetacular desvio nas operações do banco, que vendia parte de suas carteiras, não entregava os títulos, pegava o dinheiro e engordava a carteira, vendia de novo sem entregar os títulos até explodir com R$ 4 bilhões de rombo.

”O curioso é que mesmo fazendo isso, Silvio Santos vendeu 39% de suas ações a Caixa Econômica que nunca pôs lá um só auditor.”

“Agora, o mais interessante: no dia que o banco quebrou e Silvio Santos aceitou vende-lo, ele deu a maior cartada de sua vida. Pediu a liquidação da instituição, que de rodo levaria junto, além da Caixa (sua sócia), os bancos, que pressionados pelo governo, haviam lhe socorrido. Isso provocaria o chamado risco sistêmico, uma possibilidade de quebradeira geral no sistema bancário.

Do alto de sua simpatia Silvio Santos estava chantageando o governo. (Ou me ajuda ou quebro todo mundo). E aí o que aconteceu? O mesmo Banco Central, agora sob o comando de Alexandre Tombini e sob o governo Dilma, aceitou que ele vendesse o banco, obrigou a Caixa a colocar mais R$ 10 bilhões para lhe devolver a solvência e garantiu a Silvio Santos ficha limpa, sem que nenhum de seus bens tivesse ficado indisponível. Ele saiu limpo depois de ter sido dono de um banco que deu o maior golpe da praça.

Um golpe de deixar Paulo Maluf morrendo de inveja.


Nenhum comentário: