18 de dez de 2013

Fingimento: Em Pernambuco, Eduardo elogia Dilma, que elogia Eduardo. Há sinceridade nisso?

BRASIL - Eleição 2014
Fingimento: Em Pernambuco, Eduardo elogia Dilma,
que elogia Eduardo. Há sinceridade nisso?
Oficialmente essa pode ter sido a última ocasião em que governador Eduardo Campos, recebe a presidente Dilma, como governador de Pernambuco. A viagem da presidente, em campanha, foi planejada para destacar as obras do governo federal, no estado e a capacidade de quem tem a chave do cofre para distribuir benesses

Foto: Chico Peixoto/LeiaJáImagens

Da próxima vez eles vão se encontrar no ringe da eleição do próximo ano

Postado por Toinho de Passira
Fontes: G1, Blog Diário de Pernambuco

Havia uma expectativa parte a parte sobre a primeira visita da presidente Dilma Rousseff a Pernambuco, depois que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, escancarou a sua pretensão de ser candidato a Presidente da República, competindo com a reeleição da petista.

Dilma vem usando o tempo de divulgação do PT na televisão, para divulgar as obras que o governo federal implantou no estado de Pernambuco, como que dizendo, que tudo que Eduardo fez, foi porque ela e Lula apoiaram fartamente a administração do socialista, destacado em pesquisa como um dos governantes mais bem avaliados do país.

Os dois sem deixar de vender o próprio peixe, optaram por uma convivência e chegaram a trocar elogios em cerimônia de inauguração da plataforma P-62, da Petrobras, no estaleiro, em Suape, Ipojuca (PE).

Afirmando que esta poderia ser a última ocasião na qual receberia, como governador, a presidente em território pernambucano, Eduardo Campos disse que queria “trazer as palavras de boas-vindas”.

“Temos consciência de que para alguns este seria um momento diferente do que está sendo. Poderia ser entendido como um encontro entre quadros políticos que amanhã podem viver, poderão viver, legitimamente, uma disputa democrática”, afirmou.

Em seguida, disse que o contexto era outro. “Este é o encontro de uma presidenta eleita democraticamente pelo povo brasileiro e de um governador reeleito pelo seu povo que sabem o tamanho da institucionalidade, que sabem o dever que têm com o Brasil e que sabem separar o interesse público do interesse da disputa politica”, declarou.

Ele disse ter respeito pela presidente, e tê-la como “uma pessoa honrada” que ajudou a “construir o Brasil que temos hoje” e estendeu os cumprimentos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A fala da presidente Dilma Rousseff foi mais curta, mas também incluiu elogios ao governador pernambucano. “Queria cumprimentar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, agradecer a recepção fraterna, o alto nível das relações que sempre pautaram a nossa convivência”, afirmou.

Já no final do dia, a presidente publicou no Twitter uma foto feita na viagem a Pernambuco. "Hoje foi um dia feliz em Pernambuco", escreveu.

Foto: Reprodução Twitter de Dila

Pelo Twitter, a presidente Dilma propaga os resultados da agenda cumprido em em Pernambuco: “Pernambuco merece mais. Merece mais emprego. + mobilidade urbana. Hoje anunciei investimento de + R$ 1,9 bi"

Plataforma P-62

As declarações foram dadas durante cerimônia que marcou a conclusão das obras da plataforma P-62, equipamento utilizado para extração de petróleo em águas profundas. A estrutura tem capacidade para produzir 180 mil barris de petróleo por dia e seis milhões de metros cúbicos de gás.

Antes da cerimônia, a presidente usou sua conta no Twitter para comentar sobre a indústria naval brasileira que, segundo ela, renasceu na gestão petista.

"Mais importante: 63% da #P62 foi produzida no Brasil, prova do aprendizado alcançado pela nossa indústria naval", escreveu. "A #P62 é a 9ª plataforma da #Petrobras entregue este ano no País. Nesses onze anos, fizemos renascer a indústria naval. Hoje, 79 mil homens e mulheres trabalham nos estaleiros nacionais. #P62", informou.

Dilma aproveitou a cerimônia para anunciar recursos de mobilidade urbana para o estado de Pernambuco. Ao lado de Eduardo Campos, a presidente anunciou R$ 2,9 bilhões de recursos do governo federal para obras no setor.

Minutos depois da cerimônia, Dilma usou sua conta no Twitter para comentar os investimentos em mobilidade urbana anunciados. "Pernambuco merece mais. Merece mais emprego. + mobilidade urbana. Hoje anunciei investimento de + R$ 1,9 bi p/ implantar o VLT da Avenida Norte, p/ 5 corredores de ônibus e para criar o Corredor Fluvial Sul, o 3ª que implantamos na capital", afirmou.

O R$ 1,9 bilhão não inclui os recursos para a construção do Arco metropolitano do Recife, cujo edital foi lançado nesta terça-feira (17).

"As vozes das manifestações de junho pediam mais. + médicos, + educação, + mobilidade urbana. Nosso governo está + q ouvindo estas vozes. Está realizando suas reivindicações", postou na rede social.

Dilma veio passar a mensagem de que tem a chave do cofre.

Nenhum comentário: