9 de nov de 2014

Juíza é criticada e quase perde o emprego por postar foto de biquíni no Twitter

MOLDÁVIA – Bizarro - Preconceito
Juíza é criticada e quase perde o emprego
por postar foto de biquíni no Twitter
Causou rebuliço no mundo todo, mas principalmente na Moldávia Maria Cozma, uma jovem juíza moldávica, causou reboliço nas redes sociais, com apenas uma foto de férias, postada no Twitter. Para muitos uma tempestade exagerada, para os compatriotas um escândalo, que só ficou impune por ela ser neta do presidente da Suprema Corte da Moldávia

Foto: Twitter

SUMÁRIO: A maioria das publicações, refere-se ao biquíni da juíza como sendo um traje de banho sumaríssimo, por certo não conhecem os biquínis usados pelas brasileiras

Postado por Toinho de Passira
Fontes: The Mirror, O Globo, Notícias BR, Pulse, Pulse

A recém-empossada juíza Maria Cozma, de 27 anos, foi alvo de duras críticas após postar no Twitter uma foto em que aparece de biquíni. A magistrada atua em um tribunal criminal de Chisinau, capital da Moldávia, ex-república soviética localizada no Leste Europeu.

A ala mais conservadora da sociedade do país e parte da ordem dos advogados do país ficaram indignadas com a postagem "ousada".

"Era para sermos um corpo sério, não um atrativo para criminosos e Twitterrati", disse o porta-voz da ordem, de acordo com o jornal britânico Mirror

Maria é neta do presidente da Suprema Corte da Moldávia. A foto foi tirada quando a juíza estava de férias.

"Infelizmente, por causa da família dela, não há muito a ser feito. Mas eu fortemente peço que outras juízas não sigam o exemplo dela", acrescentou o porta-voz.

A foto causou desconforto até no Parlamento. A congressista Natalia Cebotari, de 32 anos, que participa de uma comissão parlamentar que defende a igualdade entre homens e mulheres na Moldávia, insinuou até um teste do sofá, quando disse:

"Ela trabalhou duro para chegar onde chegou, mas alguém pode pensar que, mostrando o corpo assim, ela esteja incentivando outras mulheres a se exibirem se desejam alcançar os seus objetivos - disse a deputada incisiva embora tenha acrescentado para amenizar: Ninguém está dizendo que foi isso que ela fez, mas pode dar a impressão errada."

O jornal Britânico fez uma pesquisa entre os seus leitores, perguntando se era condenável a juíza ter publicado a foto, e 83% dos ingleses acharam que não havia a menor importância e só mirrados 13% condenaram a atitude da jovem juíza.

Entre as declarações prós e contra destaca-se a do mecânico Vladimir Sirbu, 54 anos, que disse à TV da Moldávia:

"Se essa é a última coisa que alguém vê, antes de ir para a cadeia, pelo menos, será uma visão feliz." - conclui pondo mais lenha à fogueira

Como sempre "thepassiranews" apoia e defende o direto das mulheres, dos outros, exibirem-se, onde e quando quiserem. A juíza Maria Cozma mostrou apenas que não tem nada a esconder e muito a revelar. Viva as moldávicas!

Nenhum comentário: