12 de abr de 2014

Era uma Major da PM do Rio, a loira armada que saltou de carro para impedir vândalos de incendiar ônibus

BRASIL - Inusitado
Era uma Major da PM do Rio, a loira armada que saltou de carro para impedir vândalos de incendiar ônibus
A cena cinematográfica mostra a major subcomandante do 22.º Batalhão (Maré), em ação quando estava a caminho do trabalho

Foto: Bruno Gonzalez/Agência O Globo

Major da PM Fabiana Silva desce do carro e saca arma durante confusão em reintegração de posse

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Extra, Programa Fátima Bernardes, Estadão, Folha de S. Paulo, Notícias Bol

O flagrante feito pelo fotografo Bruno Gonzalez, da Agência O Globo, parece cena de filme, de calça branca, empunhando uma pistola, uma loura corria com desenvoltura apesar do sapato de vermelho de salto alto, tentando impedir um grupo que tentava atear fogo a um ônibus, nas cercanias de onde houvera um confronto da Polícia com invasores, durante uma reintegração de posse, no Engenho Novo, Rio de Janeiro.

Todos os dias, a major da PM do Rio Fabiana Silva, 36, atravessa a cidade das zonas oeste (Jacarepaguá) a norte para chegar ao trabalho, no Batalhão da Maré. Nesta sexta, no meio do caminho, sentiu-se na obrigação de agir independente de estar fardada, cumpria ali sua função de impedir atos ilícitos. Depois de, quem sabe, ter evitado que outro veículo fosse incendiado, a major seguiu para o Batalhão da Maré, onde coordena uma equipe de 400 policiais.

Vaidosa mesmo de farda, a major Fabiana costuma usar um coturno com salto. Junto aos carregadores de munição carrega sempre um batom.

Mãe de dois meninos e casada com um capitão do Bope (Batalhão de Operações Especiais), ela costuma dizer que, em casa, se sente como uma "rainha".

Na PM, a major também tem prestígio. Há alguns meses o comandante da PM, coronel Luís Castro e o comandante das unidades da capital, Rogério Leitão, foram ao batalhão da Maré para sua festa de aniversário.

Mas em 2009 Fabiana Silva foi um dos 11 policiais punidos administrativamente pela PM por prestarem serviço de segurança à Liesa (Liga das Escolas de Samba do Rio), criada pelos bicheiros cariocas para cuidar do carnaval.

Foto: Captura de vídeo

Na véspera a Major Fabiana Silva esteve no Programa de Fátima Bernardes, numa reportagem que falava da dubiedade de ser policial e mulher. Foi mostrado que no closet da Major, estão enfileirados, juntos aos coturnos militares, cerca de 70 pares de sapatos, todos de saltos altíssimos, como o vermelho da foto do O Globo

Nenhum comentário: