15 de jun de 2014

O c.. de Dilma no centro do debate. Quem tem c.. tem medo? De quê

BRASIL - Bizarro
O c.. de Dilma no centro do debate
Quem tem c.. tem medo? De quê
Dilma se ofende com a manifestação popular, mas o povo está apenas exercendo o direito à reciprocidade. Pensavam que iam ficar pondo no c.. do povo, durante 12 anos impunemente? Se estivéssemos no Itaquerão não teríamos engrossado o coro, de “Dilma vai tomar no cu”: se aumentarmos a grossura da manifestação, deixaria de ser um protesto, para ser um estrupo.

Foto: Reuters

Dilma Rousseff fez essa cara enquanto o Itaquerão a mandava “tomar no c..” Pela expressão, parece que o secretario geral da ONU, Ban Ki-moon, sabia o que o povo estava dizendo.

Postado por Toinho de Passira
Fontes: Estado de Minas, Jornal do Brasil, The Guardian, ESPN, Coturno Noturno, O Globo, Folha de S. Paulo , Globo Esporte

A presidente Dilma Rousseff foi para a Abertura da Copa pronta para levar uma vaia. Já tinha até a desculpa pronta: as vaias não eram dirigidas a ela, eram para a FIFA, ou para o presidente da Joseph Blatter. Sabendo da artimanha, o público presente ao Itaquerão, no jogo de abertura da Copa, transmitido via satélite, para todo o planeta, resolveu assim, nominar e particularizar o protesto. O 'Ei, Dilma, vai tomar no c...' não deixou dúvidas a quem estavam hostilizando e aonde queriam atingir.

Eduardo Campos, em poucas palavras traduziu o significado do “Dilma vai tomar no cu”, para ele a presidenta esta colhendo o que plantou.

“Na vida a gente colhe o que a gente planta", disse o pernambucano.

Seria o direito a reciprocidade, a resposta a tantas agressões sofridas no “anus populus" (cu do povo, em latim vulgar) desferida pela governante, seu partido, o PT, e por seu antecessor, o presidente Lula. Na mesma linha do latim vulgar, podíamos dizer “pimentorium no anus outrem refrescus est”.

É verdade que o PT está tentando capitalizar a manifestação em seu benefício. Alegam que quem vaiou Dilma foi à elite branca intransigente. Confessam então que gastaram 30 bilhões no evento Copa do Mundo, onde nem negros, nem pobres tem acesso?

Verdade que a elite branca está insatisfeita com Dilma, mas é verdade também que nos últimos meses, a presidenta vem sendo vaiada em diversas ocasiões, por diferentes públicos, e em variados eventos. Por onde a Dilma vai a vaia vai atrás, sacramentou o Blog do Coronel.

Nos últimos meses a presidenta foi vaiada até numa inauguração de conjunto habitacional do “Minha Casa, minha vida”, em Tocantins. Era a manifestação dos mulatos desprovidos de dinheiro, insatisfeitos com a qualidade da construções do programa.

Por sinal, o “Dilma vai tomar no cu”, está se alastrando e evoluindo de forma autônoma. Estão até dispensando a presença da presidenta Dilma: neste sábado durante o jogo entre Colômbia e Grécia, no Mineirão, a elite endinheirada mineira, repetiu a mensagem da torcida paulista na abertura da Copa e foi sugerida mais uma vez, que a presidente fosse “tomar no cu”.

Quando Lula foi vaiado no Maracanã, por seis vezes seguidas durante a abertura no Pan Americano, em 2007, o PT disse, ora que o prefeito César Maia, teria organizado uma claque de 30 mil pessoas para vaiar o presidente, ora que vaiara o petista teria sido os argentinos, presentes em grande número ao evento.

Desta vez não puderam alegar que foram os croatas que mandaram Dilma tomar no cu, até porque em croata, segundo a Google translation, vai tomar no cu é odjebi. Alguém viu algum croata gritando “Dilma odjebi” ?

No mais, acreditamos que a democracia brasileira, diante do ocorrido, alcança um patamar dos mais elevados. Em que lugar do mundo se pode discutir em público, essa área tão sensível da presidenta da republica. Imagina-se que o cu, tanto da presidenta, quanto dos demais candidatos, estarão no centro do debate politico, dos próximos meses, e presente estarão nos eventos, nos comícios e reuniões partidárias, até porque eles não poderão deixá-los em casa.

Dilma está se postando de vítima, e o “educado” Lula, seu fiel escudeiro, lamenta o palavrão dirigido a companheira.

Bobagem presidenta, o povo está apenas sugerindo, não é obrigatório, como os seus decretos escatológicos, a senhora vai se quiser.

Por outro lado não podemos esquecer a celebre citação filosófica da cantora Sandy, a revista Playboy: “Tomar no cu pode ser até prazeroso” . Ou então como diria a companheira Marta Suplicy:“relaxe e goze!”

Nenhum comentário: