31 de dez de 2009

CHARGE: BENNETT - Time Free Press (EUA)



BENNETT - Time Free Press (EUA)


IMAGENS: Fotos 2009 – Parte II

IMAGENS
Fotos 2009 – Parte II

Foto: Reuters

01. TALENDO MULHER: Kate Winslet contempla extasiada o Oscar de melhor atriz pelo excelente filme "The Reader", (O leitor) que acabara de receber. Ao seu redor outras divas vencedoras do Oscar de “melhor atriz” de anos anteriores: Sophia Loren, Shirley MacLaine, Nicole Kidman, Halle Berry, e Marion Cotillard, durante o 81o Academy Awards, em Hollywood, Califórnia. 22 de fevereiro de 2009.

Foto: Reuters

02. PEDALANDO NAS PIRAMIDES: um ciclista exibe-se diante das grandes pirâmides de Gizé durante o “Red Bull Fighters” Internacional de Motocross Freestyle 2009 . Exposição Itinerante nos arredores do Cairo. Não sabemos informar como foi a aterrissagem do atleta, 10 de abril de 2009.

Foto: Reuters

03. DE OLHO NA CESTA: O atacante Dwight Howard, do Orlando Magic, acerta uma cesta durante jogo da NBA, a liga americana profissional de basquete, contra o Los Angeles Lakers em Los Angeles. A incrível foto, tirada do alto, alinhou o olho do atleta com o fundo da cesta. Neste dia o Lakers ganhou do Orlando Magic, 100x75. 4 de junho de 2009

Foto: Reuters

04. ABELHA RAINHA: A imperatriz japonesa Michiko tenta retirar uma abelha do cabelo do imperador do Japão Akihito, durante uma visita ao Instituto de Ciências Oceânicas, em Victoria, Columbia Britânica. 12 de julho de 2009

Foto: Reuters

05. MAQUINA DO TEMPO: O ex-Beatle Paul McCartney dá uma canja com sua banda, sobre a marquise do Ed Sullivan Theater, na Broadway, Nova Iorque, local histórico onde aconteceu a primeira apresentação dos Beatles em solo americano, em 9 de fevereiro de 1964. O show aconteceu após entrevista no programa “Late Show com David Letterman”, que tem o auditório no mesmo edifício. O baixista levou a galera ao delírio iniciando com o celebre “Get Back”. 15 de julho de 2009.

Foto: Reuters

06. TROTE SINCORNISADO: Durante a tradicional corrida de cavalos em Duhnen na costa alemã do Mar do Norte, os animais correm próximos ao mar, no evento que reuniu, neste ano, cerca de 30.000 espectadores. O evento começa com a maré vazante, o fotografo conseguiu registrar o instante exato, em que todos os animais estavam flutuando no ar, durante o galope. 19 de julho de 2009

Foto: Reuters

07. INOCENCIA IRANIANA: O inusitado registro da menina iraniana brincando enquanto seu pais junto a outros fiéis participam das orações de sexta-feira na Universidade de Teerã. 31 de julho de 2009.

Foto: Reuters

08. AS OLIPIADAS DE PUTIN: O primeiro-ministro russo Vladimir Putin, 57 anos, deixou-se fotografar cavalgando em Tuva na região sul da Sibéria. Neste ano, o líder soviético O premiê russo, Vladimir Putin, combateu com lutadores faixa preta durante a visita a São Petersburgo, vôo em um avião de caça, participou de uma caçada a tigres siberianos em estado selvagem e mergulhou nas profundezas do lago Baikal, a bordo de um mini-submarino. O ex-integrante da KGB quer continuar em forma, pronto para qualquer desafio. 3 de agosto de 2009

Foto: Reuters

09. MÃE “OLHA EU” NO ESPAÇO: A Astronauta Nicole Stott, posa para as câmeras da NASA, e dá um alô, durante a primeira caminhada espacial da missão, tendo os painéis solares da Estação Espacial Internacional como pano de fundo. 01 de setembro de 2009

Foto: Reuters

10. PREPRANDO AS DEUSAS: Um puxador de riquixá na cidade indiana de Calcutá, passa diante de estatuas da deusa hindu Kali, sendo preparadas para adoração durante o festival anual hindu do Diwali uma festa religiosa hindu, conhecida também como o festival das luzes. Celebrado uma vez ao ano, 17 de outubro, quando as pessoas de roupas novas, dividem doces e estouram rojões e fogos de artifício. 14 de outubro de 2009


LONDRES - Caso Jean Charles: Rainha condecora policial que mandou matar brasileiro

LONDRES - Caso Jean Charles
Rainha condecora policial que mandou matar brasileiro
A policial que comandou a operação que resultou na morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, em Londres, em 2005, foi condecorada pela rainha Elizabeth 2ª por seu trabalho "de distinção" na Polícia Metropolitana de Londres

Foto: Dick Paul Grover/Telegraph

Cressida Dick comandou o assassinato de Jean Charles e se deu bem, inclusive vai ser condecorada pela rainha

Fontes: Press Association, Sunday Sun, BBC Brasil”thePassiranews”

A condecoração concedida a Cressida Dick, de 47 anos, hoje comissária-assistente, a mulher com a posição mais alta na hierarquia policial da Grã-Bretanha, valorizada depois de ter mandado assassinar o brasileiro Jean Charles de Menezes, morto aos 27 anos, é um acinte a família da vítima e aos brasileiros.


Mural feito pela família de Jean Charles na estação de Stockwell, onde ele foi abatido 
A alegação de que a policial assassina, Cressida Dick, merece a medalha por seu trabalho "de distinção" na Polícia Metropolitana de Londres, nos faz supor que os ingleses achem correto e até meritório atirar na cabeça de imigrante latino.

A comissária-assistente é apenas o ponto alto desse show de impunidade aplicado em benefício dos incompetentes assassinos policiais que não sofreram qualquer punição, pelo contrário, foram todos promovidos e prestigiados, por ter matado o brasileiro Jean Charles Menezes, de forma cruel e covarde.

A família de Menezes em Londres, no entanto, se disse "decepcionada" com a condecoração dada a Dick.

"Premiar Dick depois do papel que ela teve no maior escândalo policial da década mostra uma indiferença dolorosa tanto com a família de Menezes quanto com a opinião pública", disse um representante dos familiares. A Polícia Metropolitana de Londres se recusou a comentar sobre as reações da família, dizendo que "não são eles" quem decide as nomeações para a medalha de honra.


O Jean Charles foi alvejado com sete tiros na cabeça e um no ombro,  disparados por agentes da Scotland Yard.
As nomeações são avaliadas por oito comissões compostas por servidores públicos de alto escalão e por especialistas. A lista final de indicados é então submetida ao primeiro-ministro, que a envia à rainha.

A aprovação final é dada pela monarca, e os nomes são anunciados nos últimos dias do ano.

Nós sabemos que o presidente Lula e o ministro Celso Amorim, não gostam de desagradar a rainha Elizabete II e muito menos o primeiro ministro Gordon Brown, e não deram nenhuma assistência a família do brasileiro assassinado, mas não custa nada dizer, agora, pelo menos ,que não gostamos de ver esse desprezo e falta de respeito para com a vida humana de um nosso irmão.

Foto: Daily Maill

Estação do Metro em Stockwell fechada logo após o assassinato do brasileiro. O assassinato do brasileiro Jean Charles Menezes é crime que além de impune deu prestígio e promoção aos criminosos.


IMAGENS: Fotos 2009 – Parte I

IMAGENS
Fotos 2009 – Parte I

Foto: Reuters

01. ULTIMO OLHAR: O ex- presidente George W. Bush observa o Capitólio, a bordo do helicóptero presidencial, afastando-se de Washington, em direção a base aérea de Andrews, enquanto o novo presidente americano, Barack Obama, toma posse como o novo presidente americano, no dia 20 de janeiro de 2009

Foto: Reuters

02. SINFONIA DE CORES: O flagrante colorido da mãe empurrando o carrinho do bebê em direção ao carro de sorvete, numa manhã de céu azul, na praia Portstewart Strand, Irlanda do Norte, numa harmônica e involuntária combinação de cores, note-se que por baixo do casaco, também é vermelho o vestido usado por ela. 10 de maio de 2009

Foto: Reuters

03. A FRAUDE ATÔMICA: O presidente Mahmoud Ahmadinejad, do Irã, exibe o seu título eleitoral, fazendo um sinal de vitória, com o dedo sujo de tinta, um sinal de que já votou pela sua reeleição. Pela qualidade primitiva do documento exibido, pelo presidente, vê-se que a informática não faz parte do processo eleitoral, o que já é meio caminho para a possibilidade uma fraude monumental. A preocupação de criar uma bomba atômica possivelmente consome toda a preocupação de utilização tecnológica do país. Em Teerã, 12 de junho de 2009

Foto: Reuters

04. DE CACIQUE PARA CACIQUE: O presidente dos Estados Unidos Barack Obama, enfrenta com humor a dificuldade de condecorar o chefe indígena, Joseph Medicine Crow-High Bird, com a “Medal of Freedom” (Medalha da Liberdade), a mais alta honraria do país, em cerimônia na Sala Leste da Casa Branca, em Washington. Joe Medicine Crow, como é mais conhecido, é da etnia Crow, uma nação indígena americana. A honraria é pela contribuição dos seus estudos, escritos e palestras sobre a história, língua e costumes dos povos nativos americano, principalmente no que se refere à batalha de “Little Bighorn”, 1876, quando um destacamento do sétimo regimento de cavalaria do exército dos Estados Unidos da América comandado pelo famoso General Custer foi aniquilado pelos Cheyennes e Sioux, unidos sob a influência dos lideres indígenas Touro Sentado (Sitting Bull) e Cavalo Louco (Crazy Horse). 12 de agosto de 2009

Foto: Reuters

05. CÉU DRAMÁTICO: A singeleza solene da cerimônia, em que o caixão do Senador americano Edward Kennedy, é conduzido pela guarda de honra militar em Hyannisport, Massachusetts, Estados Unidos, após velório privada na casa que pertenceu a Rose Kennedy, a mãe do senador, com destino ao Capitólio. Kennedy morreu 25 de agosto com a idade de 77 anos após uma longa batalha com câncer de cérebro. Ted Kennedy foi eleito ao todo oito vezes senador, permaneceu mais de quarenta anos no cargo. Conhecido como “o Leão”, pela bravura que lutava no parlamento pelas causas liberais, como o aborto, o casamento entre pessoas do mesmo sexo, os direitos dos imigrantes e o controle de armas. No âmbito externo, condenou a ditadura militar do general chileno Augusto Pinochet, o regime de apartheid na África do Sul, a guerra do Vietnã e a guerra do Iraque, além de participar de esforços de paz na Irlanda do Norte. Foi um dos importantes líderes que apoiou a candidatura de Barack Obama, ainda nas primarias do partido Democrata. Por isso até as nuvens da foto tomaram esse tom solene. 27 de agosto de 2009

Foto: Reuters

06. ARREMESSO DE MULHER: Uma das animadoras de torcida da equipe de futebol americano Edmonton Eskimos é lançada espetacularmente a uma altura Record diante dos 41.000 espectadores presentes ao estádio, na comemoração do Dia do Trabalho, no intervalo da disputa entre os Edmonton Eskimos e Calgary Stampeders em Calgary, Alberta, Canadá. O resultado da partida deu vitória ao Calgary 32 – 8 sobre os Eskimos. Os canadenses pegaram essa mania americana de arremessar essas moças cada vez mais alto. Isso serve para quê, além de proporcionar uma curiosa imagem? 7 de setembro de 2009

Foto: Reuters

07. OLHANDO FIXAMENTE AS CABRAS: Esse senhor ao lado da atriz Elisabetta Canalis é o seu novo namorado, conhecido por George Clooney. O casal posa para fotógrafos no tapete vermelho do 66° Festival de Cinema de Veneza, onde era exibida a comédia, por ele protagonizada, que tem o estranho título de "The Men Who Stare At Goats", lançado como um dos grandes sucessos nos Estados Unidos, que pode reder-lhe uma indicação para o Oscar. Não chegou ainda as telas brasileiras, talvez pela dificuldade de traduzir o título, que fica estranho traduzido ao pé da letra. 8 de setembro de 2009

Foto: Reuters

08. A TURMA DO TERRY: A bela imagem familiar de John Terry, o craque do Chelsea, acompanhado dos filhos gêmeos Summer Rose e Georgie John, de três anos, (com a esposa Toni Poole Terry) flagrados após a partida do campeonato inglês contra o Stamford Bridge, a qual o Chelsea venceu por 3X0, Londres, Inglaterra. 20 de setembro de 2009

Foto: Reuters

09. TOPO DO MUNDO: Um homem delicia-se com a vista magnífica do mirante no topo do Monte Saentis (2.502m acima do nível do mar) perto de Schwaegalp nos Alpes suíços, enfrentando uma temperatura bem abaixo de zero. 15 de outubro de 2009

Foto: Reuters

10. CURVANDO-SE AO JAPÃO: Ao ser recebido pelo imperador japonês Akihito e a imperatriz Michiko à chegada ao Palácio Imperial de Tóquio o presidente dos Estados Unidos Barack Obama fez uma reverência que causou uma polêmica interminável, por parte dos conservadores americanos que afirmavam que o presidente deveria se comportar diante de outros dirigentes de igual para igual, ao representar o país no exterior, e não deveria reverenciar imperadores e reis. O gesto contrariou os críticos que afirmam que, com Obama, os EUA desistiram de seu papel como superpotência ao pedir muitas desculpas e demonstrar muita reverência a outros líderes mundiais. O Departamento de Estado americano publicou nota, defendendo o gesto dizendo: "De modo geral, o protocolo consiste em respeitar os costumes e tradições do país anfitrião. O presidente só mostrou seu respeito à Akihito". A reverência ficou mais escandalosa porque Obama tem 1,87m e o imperador mal chega a 1,65m. 14 de novembro de 2009


FELIZ ANO NOVO: Na Australia já é 2010

FELIZ ANO NOVO
Na Australia já é 2010

Foto: Getty Images


Foto: Associated Press

FELIZ ANO NOVO NA AUSTRÁLIA: O ano já começou com os fogos de artifícios colorindo a baía de Sidney, iluminando a ponte de Harbor e o edifício da Ópera.


CHARGE: MYRRIA - A Critica (AM)



MYRRIA - A Critica (AM)


ANIVERSÁRIO DA MENTIRA: Parque Dona Lindu, uma ruína de R$ 29 milhões

ANIVERSÁRIO DA MENTIRA
Parque Dona Lindu, uma ruína de R$ 29 milhões
A oposição denuncia a fraude, de R$ 29 milhões, que hoje completa um ano de sua “inauguração festiva”, com a presença do presidente Lula e de todos os mais destacados personagens da família Silva, ainda não concluído, transformado pela nova administração petista num criatório natural de larvas do mosquito da dengue

Foto: Marcos Michael / JC Imagem

01. PARQUE DONA LINDU: imagem de hoje, dia 31 de dezembro de 2009, uma ruína de R$ 29 milhões

Fontes: Blog da Priscila Krause, Blog do Jamildo

Foto: Hans von Manteuffel / O Globo

02. PARQUE DONA LINDU: imagem do dia 30 de janeiro de 2008, recebendo uma apressada maquiagem, para a “inauguração” de mentirinha do dia seguinte

Foto: Ricardo Stuckert/PR

03. PARQUE DONA LINDU: A festa de “inauguração” com falatório, presença dos membros da família Silva, banda de música, governador e muita emoção, naquele jeito petista de inaugurar obras abstratas

Foto:

03. PARQUE DONA LINDU: A oposição, através da vereadora Priscila Krause, ao centro, comemorou, ontem, 30 de dezembro de 2009, o aniversário da “inauguração” de mentirinha do parque surrealista que não conseguiu ficar pronto, um ano após ser inaugurado

Há um ano, o parque Dona Lindu recebia o presidente Lula para cerimônia de inauguração da fachada. Hoje, quem faz festa é a oposição, com direito a bolo para ironizar o feito que completa aniversário ainda em “obras.” A vereadora Priscila Krause (DEM), junto a militantes do partido, reuniram-se no parque na tarde desta quarta-feira (30), em protesto, pelo desprezo do atual prefeito, João da Costa, em abandonar uma obra R$ 29 milhões, que pelo visto, vai ter o seu valor novamente corrigido, quando algum dia resolverem concluir.

No ano passado, um dia antes da “inauguração”, a vereadora Priscila Krause promoveu o enterro simbólico do parque, uma premonição. Não ocasião Priscila e a militância distribuíram plantas e mudas no evento, para denunciar a "falta do verde" no projeto.

A vereadora disse ontem, que o Parque é uma mentira desde a sua concepção, pois não é um parque, não obedece às normas urbanísticas, não foi aprovado pela comunidade e o seu orçamento está em desacordo com a realidade do projeto.

Parque Dona Lindu é uma obra amaldiçoada, desde a sua motivação "bajulatória" até o desastrado projeto assinado por Oscar Niemeyer. Desde a sua concepção até a licitação, dobrou de preço, reduziu a área verde, e transformou-se numa pirâmide funerária petista, onde seguramente poderão ser enterradas as administrações do prefeito João Paulo e do seu sucessor, João da Costa, depois de devidamente mumificadas.


30 de dez de 2009

Ella fitzgerald canta e toca "Mack The Knife” de Kurt Weill com letra de Bertolt Brecht

Ella fitzgerald canta "Mack The Knife”
de Kurt Weill com letra de Bertolt Brecht
do original em alemão "Die Moritat von Mackie Messer", da “Ópera dos Três Vinténs”,
onde se basearam Chico Buarque e Rui Guerra para fazer a “Ópera do Malandro”




CASO SEAN: David Goldman, o pai, pedirá US$ 500 mil de ressarcimento

Caso Sean
David Goldman, o pai, pedirá US$ 500 mil de ressarcimento
A família brasileira será alvo de uma ação por parte da advogada Patricia Apy, que defende o americano David Goldman, pai do menino Sean, que vai pondo as manguinhas de fora, demonstrando o verdadeiro interesse que tem em recuperar o filho, de olho na fortuna da família brasileira, de princípio pedirá o ressarcimento das despesas que teve até agora, para conquistar a guarda do menor

Foto:Getty Images

A advogada Patricia Apy reunida com David Goldman, pai de Sean, comunicando a decisão de pegar toda grana que for possível com a família brasileira do menino

Fontes: Univision, MSNBC, Jus Brasil, O Globo

A advogada Patricia Apy, que defende o americano David Goldman, pai do menino Sean, de nove anos, informou que pedirá à família brasileira da criança o ressarcimento das despesas que seu cliente teve até conquistar a guarda do filho. O valor chega a US$ 500 mil, informou o Jornal Nacional.

Na semana passada, uma decisão do Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a entrega de Sean a David Goldman.

A advogada disse também que a avó materna de Sean, Silvana Bianchi, ainda não apresentou pedido formal para visitar o menino e que, quando isso ocorrer, a solicitação precisará ser analisada. A família brasileira já teria declarado que só embarcará para os EUA quando tiver assegurado o direito de visitar Sean.

Foto: Imagem captura do vídeo
">
A famosa foto de Sean sorrindo junto de David no avião, da NBC, poucas horas depois de ter saído do Brasil, não está correto o advogado da família brasileira quando insinua que a foto é uma montagem

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira em Nova Jersey, nos EUA, David Goldman não respondeu diretamente aos questionamentos dos jornalistas sobre as visitas a Sean pela família brasileira. O pai do menino informou apenas que todas as decisões terão como finalidade a felicidade da criança. David contou que Sean falou pelo telefone com a família brasileira pela segunda vez nesta terça-feira - a primeira havia sido no Natal.

Goldman também relatou como Sean tem passado os dias. Pai e filho retornaram nesta terça-feira à casa da família, após passarem o Natal na Disney.

David Goldman é um mau caráter profissional e vai extorquir a família brasileira do menino tanto quanto puder.

Fotos: Arquivos da família

David Goldman conheceu Bruna Bianchi Ribeiro quando trabalhava como modelo em Milão, Itália, em 1997, onde ela estudava moda. Eles se casaram em 1999 e se mudaram para Tinton Falls, Nova Jersey. Bruna Goldman deu à luz a Sean em 2000, quatro meses depois do casamento.

Da mesma forma como conseguiu na justiça americana US$ 150 mil, em 2004, como resultado de uma ação civil no Tribunal de Nova Jersey, contra a sua ex-esposa Bruna e seus pais, incluídos como réus. Goldman os responsabilizava por participarem do "seqüestro" da criança. Bruna foi intimada a apresentar em 48 horas o filho à Justiça americana para que a discussão sobre a guarda da criança pudesse ocorrer no tribunal do país onde ela morava, conforme prevê a Convenção de Haia.

A determinação não foi cumprida. Bruna e seus pais receberam multas diárias do juízo americano. Para evitar esta multa, os pais de Bruna buscaram um acordo com David Goldman. Ele recebeu 150 mil dólares a título de pagamento de honorários advocatícios e custas processuais. Em troca retirou da ação os antigos sogros.

Foto: Associated Press

Na primeira entrevista, David aparece inúmeras vezes em poses de quem está perturbado, numa nítida preparação de provas para pedir mais dinheiro aos ex-sogros, através da justiça

Agora reinicia o processo pedindo essa indenizaçãozinha de meio milhão de dólares.

Não será estranho que depois, alegando trauma com impossibilidade de trabalhar (ele não tem emprego fixo há quatro anos, tem vivido das doações recolhidas num site onde vende camisetas e bugigangas para arrecadar fundos,) exija mais reparação em dinheiro.

Sob o mesmo argumento exigirá que os avós pague uma pensão para custeio das despesas do garoto e uma provável antecipação da herança a que o menino terá direito, para lhe garantir o patrimônio.

Para visitar o Sean Goldman, os membros da família vão ter sempre que prestar contas a justiça americana, que se traduzirá em fazer depósitos na conta de David Goldman. O não cumprimento poderá gerar a possibilidade de ter o visto de entrada no território americano negado, ou mesmo de serem detidos, por desobediência a justiça, caso arriscarem viajar aos Estados Unidos, com alguma pendência em dinheiro ao espertalhão pai bandido.

A tendência é que David Goldman tenha seguidas sentenças favoráveis, pois dispõe de argumentos sólidos do ponto de vista do direito americano, além da larga simpatia da opinião pública e do governo dos Estados Unidos.

Foto: Reuters

Poderá inclusive solicitar mais grana indenizatória para tratamento psicológico e danos ao garoto, utilizando as fotos em que o padrasto, João Paulo Lins e Silva, aparece atravessando a multidão de jornalistas, acompanhado de Sean Goldman, no momento em que cumpria a decisão judicial, entregando Sean na Embaixada dos Estados Unidos. Acusam, injustamente, a família brasileira de expor o garoto.

Essa é foi a maneira moralmente reprovável, mas legalmente eficiente, que Mr. David encontrou para ficar rico sem fazer força.

Imprensa americana não gostou da exclusividade

Foto: Getty Images

Enquanto o resto da imprensa americana, perdia o tempo, esperando o menino chegar na sua casa em Tinton Falls, Nova Jersey, a rede NBC levou Sean e o pai para Orlando na Flórida

Por outro lado, Sociedade dos Jornalistas Profissionais dos EUA criticou a emissora NBC por ter pago o frete do voo que levou David Goldman e o menino Sean do Rio de Janeiro até Orlando, na Flórida, na última quinta-feira. O valor do frete é estimado entre US$ 50 mil e US$ 70 mil. "O 'jornalismo de talão-de-cheques' da emissora avançou o sinal", diz o comitê de ética da entidade.

Foto: imagens captadas diretamente do video

Entrevista exclusiva a bordo do avião que os conduzia aos Estados Unidos

A emissora "rompeu padrões de jornalismo ético amplamente aceitos ao bancar o avião", afirma. A emissora colocou em risco sua independência jornalística e sua credibilidade ao fazer isso, segundo o SPJ. "O público pode presumir com razão que a NBC comprou direitos exclusivos de entrevistas e imagens, assim como a lealdade da família, com um presente extravagante", conclui o diretor do comitê, Andy Schotz.

A NBC rebate as críticas. Diz que vem acompanhando o caso há um ano e que David Goldman já apareceu no "Today" dezessete vezes. "Os Goldman foram convidados para o jato que a NBC fretou para voar de volta para casa no dia 24. [...] O departamento de jornalismo da NBC nunca pagou nem pagará por entrevistas.”

Registre-se que esse incidente não terá a menor repercussão desfavorável nas intenções indenizatórias de David Goldman.



29 de dez de 2009

EUA - TERRORISMO: O medo volta a voar nos céus americanos

EUA – TERRORISMO
O medo volta a voar nos céus americanos
As primeiras notícias eram de que, na sexta-feira, um jovem nigeriano, teria tentado acionado fogos de artifício dentro do avião, ao se aproximar ao aeroporto de Detroit, num vôo procedente de Amsterdã-Detroit. Tratava-se de uma “tentativa de ataque terrorista” do pessoal da Al-Qaeda

Foto: Reuters

Umar Faruk Abdulmutallab , o terrorista nigeriano, é filho de um banqueiro e descrito por um ex-professor como um estudante brilhante de ideias radicais.

Fontes: Portal Angolop, CNN, O Globo, BBC Brasil, BBC Brasil, Correio Braziliense

O nigeriano, Umar Faruk Abdulmutallab, de 23 anos, foi acusado formalmente pela tentativa de destruir um avião da Northwest Airlines, um Airbus 330 , que se aproximava do aeroporto de Detroit, vindo de Amesterdã, o vôo 253, com quase 300 pessoas, no dia de Natal .

O juiz Paul Borman visitou o hospital de Detroit e leu a acusação durante uma audiência de 20 minutos.

O terrorista foi internado em consequência das queimaduras sofridas na tentativa de ativar pentrita, um poderoso explosivo, para tentar derrubar o Airbus A330 que transportava 278 passageiros e 11 membros da tripulação.

Segundo jornalistas autorizados a assistir a audiência, o jovem nigeriano estava algemado em uma cadeira de rodas e tinha os pulsos e mãos enfaixadas. Declarou ao juiz não ter como pagar por um advogado e um oficial do Estado foi designado para sua defesa.

Foto: Associated Press 

O avião da Northwest Airline após o pouso sob alerta, distante da estação de passageiros, no momento em que a equipe de segurança entrava para retirar o terrorista, no aeroporto de Detroit em, Romulus, Michigan

Abdulmutallab confessou ter injetado com ajuda de uma seringa um líquido químico na pólvora que havia escondido na perna, para tentar explodir o avião.


A cueca do terrorista, onde estava escondido o material explosivo.
Este procedimento permitiu que superasse sem dificuldades os controles do aeroporto de Schipol, em Amsterdã, considerados muito rigorosos, onde fez uma escala procedente de Lagos e com um visto de entrada nos Estados Unidos, segundo a polícia holandesa.

Ele também afirmou ter sido treinado por membros da Al-Qaeda no Iêmen, segundo fontes dos serviços de segurança.

De acordo com os testemunhos dos passageiros ouvidos pelo FBI, Abdulmutallab seguiu para um dos banheiros do avião 40 minutos antes do pouso e permaneceu no local por 20 minutos.

Em seu interrogatório, Abdulmutallab, 23 anos, disse aos agentes que há outros como ele no Iêmen, treinados e preparados para agir em breve. Também disse que foi treinado durante mais de um mês pela Al Qaeda e que a organização lhe deu 80 gramas de um explosivo de alta potência que foram costurados em sua roupa íntima - com isso, ele conseguiu furar o esquema de segurança do aeroporto.

"Ao voltar para ao seu lugar, queixando-se de dores no estômago se cobriu com uma manta”.

Os passageiros ouviram barulhos parecidos com os da explosão de bombas e viram fogo em um dos lados do avião e na calça do suspeito.

Foto: Splash-News

Foi então que um passageiro holandês, Jasper Schuringa, (foto) se tornou o herói do voo 253 e se jogou sobre o nigeriano.

"Saltei sobre ele e comecei a procurar o explosivo. Depois peguei um tipo de objeto que estava fundindo e fazendo fumaça e tentei apagar", contou ao canal CNN.

Schuringa se queimou ao tentar apagar o fogo de maneira desesperada, inclusive usando as mãos, e foi ajudado por outros passageiros, que usaram água, e pela tripulação.

O jovem nigeriano, com queimaduras graves em uma perna, foi contido e amarrado.

Uma análise preliminar do FBI concluiu que ele utilizou PETN, também conhecido como pentaeritritol, um potente explosivo. Os agentes do FBI também recuperaram o que acreditam ser os restos de uma seringa.

Uma fonte do governo americano confirmou à que o pai do jovem, o banqueiro nigeriano, Umaru Mutallab, 70 anos, (foto) entrou em contato no mês passado com a embaixada dos EEUU na Nigéria para manifestar preocupação com a radicalização do filho, que recebera um visto para entrar nos Estados Unidos em junho de 2008.

Segundo Michael Rimmer, um dos ex-professores do jovem na British School de Lomé , no Togo, em 2001 ele apoiava os talibãs no poder em Cabul pouco antes da invasão americana ao Afeganistão.

"Apesar disso, Abdulmutallab era o sonho de todo professor, muito assíduo, entusiasmado, muito brilhante e muito educado", concluiu o professor à BBC.

Foto: Site da University College London

Aos poucos foi sendo descoberto os passos do nigeriano milionário que se tornou terrorista: a University College de Londres (UCL) (foto da fachada) confirmou no sábado que um estudante chamado Umar Faruk Abdulmutallab cursou Engenharia Mecânica na instituição de 2005 a 2008.

Em maio tentou retornar ao Reino Unido, mas o serviço de imigração britânicos negou o visto de estudante porque o estabelecimento em que pretendia estudar foi considerado fictício, segundo uma fonte do governo de Londres.

Após a tentativa de atentado, os passageiros de todo o mundo passaram a enfrentar medidas de segurança reforçadas nos grandes aeroportos de Europa, América do Norte e Ásia a pedido dos Estados Unidos.

Foto: Reuters

Um facção regional da Al-Qaeda baseada no Iêmen assumiu a responsabilidade pelo ataque frustrado.

Uma mensagem na internet da Al-Qaeda na Península Arábica, que inclui uma fotografia supostamente de Abdulmutallab em frente a uma faixa do grupo, diz que a ação foi uma resposta aos ataques dos Estados Unidos contra seus membros.

Foto: Associated Press
">

Até fim do ano passado, Umar Farouk Abdulmutallab estava fazendo um curso de mestrado em Dubai, na University of Wollongong, (foto) quando disse a seus pais que ia ao Iêmen para passar algumas semanas estudando árabe.

"Depois de algumas semanas, ele enviou a seus pais uma mensagem dizendo que queria permanecer no Iêmen por sete anos para estudar a sharia, e seu pai lhe disse que não pagaria seus estudos nem lhe daria dinheiro para se sustentar e que ele deveria voltar a Dubai para completar seu mestrado.

(Mas Abdulmutallab) disse que conseguiria tudo de graça", disse Akuniyili.

As autoridades do Iêmen confirmaram nesta terça-feira que o nigeriano Abdulmutallab morou no país até o início deste mês, deixou o país em direção à Etiópia no início de dezembro, após quatro meses matriculado em um curso de árabe.

As autoridades americanas temem que mais jovens treinados pela Al-Qaeda possam estar no país planejando ataques a aviões americanos.

A TV ABC afirmou que entre o grupo que teria planejado o ataque estariam dois homens libertados pelos Estados Unidos da prisão da baía de Guantánamo em novembro de 2007.

Fotos: Arquivo

Mohammed Attik al-Harbi, também conhecido como Mohammed al-Awfi, e Said Ali Shari (fotos) foram enviados à Arábia Saudita, seu país natal, para um programa de reabilitação, e depois libertados, segundo autoridades americanas e sauditas.

Ambos apareceriam em um vídeo de janeiro ao lado de um homem descrito como o líder da Al-Qaeda na Península Arábica, Nasser Abdul Karim al-Wahishi, segundo a ABC.

Na segunda-feira, a secretária de Segurança Interna dos Estados Unidos, Janet Napolitano, disse que os sistemas de segurança dos aeroportos falharam no caso de Abdulmutallab.

Ela questionou por que as autoridades não revogaram o visto do nigeriano para os Estados Unidos, emitido em junho de 2008 e com validade de dois anos para múltiplas entradas, após seu pai ter entrado em contato com a Embaixada dos Estados Unidos da Nigéria para relatar sua preocupação com a radicalização do filho.

O nome de Abdulmutallab foi incluído numa lista de 500 mil nomes chamada Ambiente Datamart de Identidades Terroristas (Tide, na sigla em inglês), mas as informações fornecidas pelo seu pai não foram suficientes para colocá-lo numa lista mais restrita de pessoas impedidas de voar.

Foto: Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou na segunda-feira à noite que não descansará enquanto não levar os responsáveis pelo atentado frustrado à Justiça, enquanto determinou a revisão de todos os itens de segurança no país.

“Usaremos todo nosso poder para paralisar, desmantelar e derrotar os violentos extremistas que nos ameaçam, venham eles do Afeganistão ou Paquistão, Iêmen ou Somália ou de qualquer lugar onde planejem ataques contra os Estados Unidos", disse Obama, que interrompeu suas férias de fim de ano para falar à nação.

Foto: Reuters

Alerta máximo nos aeroportos americanos e nos vôos com destino aos EUA, na foto estação de passageiro de Hamburgo, na Alemanha